Já fui muitas coisas. Já estive tantas outras. Já mudei de opinião e me reinventei diversas vezes. Já acertei, já errei, disse coisas em que não acredito mais e acredito em outras que antes não acreditava. Não me envergonho de quem eu fui, de quem eu sou e de quem eu serei. Rio de mim mesma, amadureço, vivo! Hoje sou apenas um bichinho de estimação curioso, ávido por novas brincadeiras e desafios. Um bichinho que gosta de brincar, ronronar, se esfregar, mas que também arranha um pouquinho às vezes. Um bichinho que não sabe se definir, mas que com toda a certeza ainda sabe SENTIR. E eu sinto que eu não posso mais viver sem o BDSM na minha vida. Eu preciso vivê-lo intensamente. Eu preciso me entregar a esse fetiche, esse desejo, essa loucura, como quer que chamem, mas eu preciso. O tempo passa, as coisas e pessoas mudam, mas uma coisa prevalece em mim: Essa vontade que me consome, esse desejo em ter meu corpo dominado, minha mente subjugada, meus desejos cedidos a outro. E eu prossigo, me perdendo em labirintos, abrindo e fechando portas, tentando encontrar uma saída que me leve de encontro aos meus desejos mais secretos.=^.^=

Escrito por princess kitty

Sobre sadismo e masoquismo emocional

Oi meus miauamores!

Ontem eu fiz um post em que abordei de maneira superficial sadismo e masoquismo emocional, e quero pedir desculpas porque algumas pessoas não conhecem e acabam confundindo simplesmente com dominação psicológica (que eu adoro).  Então como boa gatinha fui pesquisar e conversar com amigos que conhecem o assunto melhor do que eu  e resolvi fazer um post trazendo uma abordagem um pouco mais profunda sobre o assunto.

Catgirl

Um Sádico emocional  te faz sofrer  por que ele gosta, e não é sofrimento físico: dor... não é psicológico: vergonha, humilhação. É sentimental, ponto. Ele se excita ao te ver desesperada emocionalmente. E ele vai caçar e achar cada "dificuldade" sentimental que você tem e usar contra você. Você é carente? Ele vai usar isso contra você, vai te fazer implorar para ter atenção dele. ESSE é o jogo... Ele PROVOCA intencionalmente esses sentimentos. Ele tem prazer com isso. Quanto mais sofrer, mais excitado ele fica. Mais ele gosta.

Sadismo emocional

Quero deixar bem claro que não estou criticando quem exerce esse tipo de domínio e quem gosta disso. Como disse ontem prazer é prazer. E sim é possível achar prazer e ter prazer numa relação como essa, se souber os riscos e estiver preparado para lidar com eles, pois os riscos são muitos.

O sadismo emocional  exercido sobre alguém frágil emocionalmente, pode ser tão profundo, e  tão forte que ele pode perverter até suas prioridades na vida...  distorce as noções das coisas. Não podemos esquecer que a saúde mental e emocional vem acima de tudo e que masoquismo emocional pode causar depressão, de uma forma grave, de perder o prazer na vida.

Masoquismo emocional também muitas vezes é mal interpretado, mas sim existem pessoas que sentem prazer em sofrer e ficar tristes, popularmente aquela coisa de “quanto mais desprezada for, mais gosta”.  Muitas  se tornam masoquistas emocionais sem nem perceber, pois alimentam tristezas porque associam  a D/s, uma relação BDSM com estar sempre triste, sofrendo e deprimida. 

Masoquismo emocional

É um jogo muito arriscado e não tem a ver apenas com limites a serem vencidos como eu disse erroneamente ontem, sim, limites físicos e psicológicos são para serem quebrados e vencidos e um bom Dominador sabe como vence-los, mas cabe ao Dom, principalmente mostrar para a sub e "ler" na sub o que ela está fazendo além de seus limites por que ela quer e o que ela está fazendo além dos limites por “cegueira de submissão”.

Masoquismo emocional

Claro que um Sádico emocional quer é exatamente isso, romper os limites emocionais da sub, por isso mesmo  é uma prática arriscada e tanto o Dom quanto a sub precisam ter plena consciência das capacidades emocionais envolvidas e dos limites emocionais da submissa. Sadismo  e masoquismo emocionais  não são fáceis e mesmo os conhecedores se enganam e cometem erros, que se forem percebidos rapidamente tem reparo, caso contrário as consequências emocionais podem ser devastadoras.

Sadismo emocional

Por isso nossas expectativas e desejos em relação a isso devem ser sempre cercados de muita responsabilidade e consciência para saber até onde se pode ir sem que o sofrimento se torne crônico, o quanto se pode sofrer emocionalmente e superar.

Miaubeijos =^.^=

15 comentários:

mabelzinha disse...

Eu adorei esse texto, foi extremamente educativo para mim, não sabia a diferença de uma coisa para a outra e vc me ensinou de uma forma linda. obrigada minha miauamada
mabelzinha

Diego disse...

Bom, eu vejo este "jogo" uma arma muito perigosa em relação a quem ira receber o sadismo emocional , porque se a pessoa não tiver um preparo mental e uma ótima resistência para aguentar a "pressão" isso pode causar um certo impacto que pode ocasionar graves e severos danos permanentes, eu enxergo a prática como arriscada, mas respeito muito quem é adepto e quem gosta, é como foi tido por você gatinha, cada um com a sua forma de prazer , precisamos saber que se existem sadicos emocionais é sinal de que existem pessoas dispostas a praticar este tipo de prática , mas salientando sempre que as partes envolvidas possam conversar muito sobre isso, porque despedaçar um sentimento , talvez o risco de ter algo assim em cheque que torne tudo isso excitante, mas a cautela é importante..

joaninha disse...

kittyzinha

Obrigada, eu também nao sabia a diferença, como disse a mabelzinha adorei a forma que explicou. Beijos!

Jekyll Hyde disse...

Muito bom Kitty, gostei mais desse texto do que do anterior.
Este me descreve muito bem. Sou sádico emocional e achei bem coerente o texto com a forma que eu obtenho meu prazer.

Parabéns.

Senhor Morpheus disse...

Excelente gatinha!

Saudações

Isabela bdsm disse...

Otimo texto gatinha, trata o assunto sem preconceito.

Beijos

Lord disse...

Sadismo e masoquismo emocional é "brincadeira" de gente grande e você tratou como tal, com respeito e sem fantasiar. Parabéns kitty, cada vez mais teu fã.

Beijo grande

Mistress Kelly disse...

Muito bom kitty! Sempre é bom ajudar a desmistificar certos assuntos no BDSM.

Beijos

THE BLACK EYED PEAS... SHUT UP, JUST SHUT UP! disse...

Ai gatinha, sei o que é uma relação assim :( quanto mais me fazia sofrer mais ele gostava e eu acostumei tanto nisso que acabei gostando :( agora passou, só tenho de tomar cuidado porque mesmo sem querer acabo atraida por Dominadores assim.

Beijinhos linda gatinha

Encantos disse...

kitty linda

Gostei muito, gostei de entender como um sadico emocional age.

Obrigadinha

princessangel

BDSM and LOVE disse...

kitty

Adoro você porque você vai a fundo , não satisfeita com o texto anterior foi pesquisar e nos trouxe essa visão muito clara sobre algo que é pouco falado e até discriminado no meio BDSM.

Beijos carinhosos

M.D.S. disse...

Menina gata

Coerente e racional, alerta para os perigos mas também fala das possibilidades de se obter prazer. É bom que as pessoas envolvidas estejam cientes disso para que não hajam reclamações e lamentações depois. Sou sádico emocional e todas minhas posses sabem disso, não escondo e as que aceitam isso tem de estar preparadas para o que viverão.

Beijo

M.D.S.

linda cadela - Rio de Janeiro disse...

Kitty

Esse texto me ajudou a entender melhor a relação que estou vivendo nunca fui masoca emocional só que meu atual Dono adora me desprezar e me fazer sofrer assim. Parece que ele fica feliz com minha tristeza.

Beijos

linda cadela

Molly in the rain disse...

Querida kitty

Adorei,eu me identifiquei com o que vc disse, eu acho que me tornei masoquista emocional meio sem querer, acabei associando a tristeza a ser submissa e não é, não precisa ser assim. Obrigada. Beijos com carinho.

Mestre das Lâminas disse...

Sempre dizendo o que pensa e mostrando todas as variantes dos assuntos. Muito bem kitty! Ótimo texto!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...