Já fui muitas coisas. Já estive tantas outras. Já mudei de opinião e me reinventei diversas vezes. Já acertei, já errei, disse coisas em que não acredito mais e acredito em outras que antes não acreditava. Não me envergonho de quem eu fui, de quem eu sou e de quem eu serei. Rio de mim mesma, amadureço, vivo! Hoje sou apenas um bichinho de estimação curioso, ávido por novas brincadeiras e desafios. Um bichinho que gosta de brincar, ronronar, se esfregar, mas que também arranha um pouquinho às vezes. Um bichinho que não sabe se definir, mas que com toda a certeza ainda sabe SENTIR. E eu sinto que eu não posso mais viver sem o BDSM na minha vida. Eu preciso vivê-lo intensamente. Eu preciso me entregar a esse fetiche, esse desejo, essa loucura, como quer que chamem, mas eu preciso. O tempo passa, as coisas e pessoas mudam, mas uma coisa prevalece em mim: Essa vontade que me consome, esse desejo em ter meu corpo dominado, minha mente subjugada, meus desejos cedidos a outro. E eu prossigo, me perdendo em labirintos, abrindo e fechando portas, tentando encontrar uma saída que me leve de encontro aos meus desejos mais secretos.=^.^=

Escrito por princess kitty

Sentimentos de bichinho =^.^=

Oi meus miauamores!

Hoje eu vim falar de algo muito especial para mim, ser pet, um bichinho de estimação, esses sentimentos e o que isso representa para mim. Eu comecei há escrever esse texto ano passado, quando ainda estava com meu ex Dono, mas devido aos nossos problemas eu acabei deixando-o inacabado, então agora faço uma releitura do que escrevi, de como eu me sentia e como me sinto sobre ser um bichinho.

Kittenplay

Sentir-se um bichinho de estimação é algo especial e único... E o que é esse sentimento de querer ser o bichinho de estimação de alguém? Quando eu falo em se sentir um bichinho de estimação de alguém, eu não falo em apenas ser submissa, ser submissa é uma coisa e naturalmente alguns animais de estimação são submissos (não todos) mas ser o bichinho de estimação de alguém não é apenas ser submissa, tampouco ser masoquista, a submissão e o masoquismo contribuem para outras coisas, mas não no sentir-se um bichinho de estimação.

Kittenplay

Então como definir esse sentimento? Como alguém se sente o bichinho de estimação de outra pessoa? Eu posso falar sobre mim, sobre como EU me sinto... e o que eu sinto é tão difícil de explicar, mas tão fácil de sentir...  mas tentarei colocar em palavras, pertencer como um bichinho de estimação é entregar-se sem medos, não incondicionalmente (porque mesmo um bichinho de estimação quer ser tratado com carinho e respeito, ou quer um prato de comida) você pode até maltratar o seu animal de estimação que sim, ele irá voltar para você e continuará te amando (como os animais realmente fazem) mas se você o maltratar muito, o desprezar, o deixá-lo sem alimento ou der um pontapé todas às vezes que ele se aproximar, ele irá se afastar, ficará quieto, amuado num canto, como diz a expressão “gato escaldado”, porque ele pode ser um animal, mas têm sentimentos, instintos e mesmo não sendo racional não é burro. Você pode estar pensando: “kitty, nós sabemos que animais de estimação são assim, porque está falando isso?” Porque quero dizer que é assim que uma pet (no caso eu) se sente também, a minha entrega como bichinho é sem medos, me aproximo, sou instintiva, verdadeira nos meus sentimentos, quero ficar perto, agradar, mas não é incondicional, por mais lindo que seja dizer que é.

Petplay

E esse sentimento de se entregar como bichinho quando se tem um Dono é algo pleno, que me faz querer ficar deitadinha, enroscada em suas pernas quando Ele esta trabalhando, ou ficar por perto o observando, e claro, brincar com Ele, agradar-lhe e dar o prazer que a companhia de um bichinho de estimação traz (quem tem um animalzinho de verdade e o ama sabe do que estou falando).  E esse sentimento para mim é natural, faz parte do meu dia a dia, nas minhas ações como ser humano também carrego esses sentimentos por isso sinto uma empatia muito grande com os animais de modo geral.  Talvez aqui, você esteja pensando: “mas kitty, isso é uma fantasia, é um jogo, é petplay” sim, eu concordo que petplay é uma prática dentro do universo BDSM, mas não estou falando do jogo e mesmo o jogo para mim tem de ser vivido de modo real, mas o sentimento de ser e se sentir uma pet. Por que você até pode adestrar alguém para que ele se comporte como o seu animal de estimação, mas faze-lo sentir-se assim e despertar esse sentimento em alguém é algo completamente diferente.

Kittenplay

E agora eu estou sem Dono, o que houve com os meus sentimentos de ser um bichinho? Eles sumiram? Desapareceram? Não, pelo contrário, me sinto ainda mais uma gatinha, me sinto ainda mais conectada com a minha essência felina, de querer sair, saltar muros, explorar outras casas, miar livremente, enrolando-me em novelos de lã (cordas rsrs) dando e recebendo carinhos.

Kittenplay

Eu ainda irei fazer outros posts sobre esse tema, tenho tanto a dizer (ou melhor, a miar sobre isso rsrs).

Deixo um vídeo aqui de uma música que representa meu atual momento, e cito esse trecho dela com o qual me identifico muito:
 “Mas agora o meu dia-a-dia, é no meio da gataria, pela rua virando lata, eu sou mais eu, mais gata, numa louca serenata, que de noite sai cantando assim...” (Chico Buarque)



Miaubeijos =^.^=

17 comentários:

mabelzinha disse...

É engraçado, esse texto é extremamente leve, divertido mas para mim que acordei miausensivel, tive que parar no meio para parar de chorar... A kittyzinha é a primeira pessoa que conheci no meio BDSM, com ela aprendi muita coisa, e ver esse texto, essa entrega, esse sentimento, essa vontade de viver me alegra e muito.
Kitty vc é um exemplo de pet, ja te disse quando crescer quero ser igual a você, ter sua sabedoria, sua inteligência, sua criatividade, sua beleza ja é pedir demais, né kkkkkkk
Enfim, amei seu texto, AMEI mesmo.
mabelzinha

Dom Marcelo Fernandes disse...

Belo texto kitty.

kadelinha kira disse...

kittyzinha que perfeito, eu jamais saberia descrever tão bem como voce.

Lambidelas

Moranguinho com Chocolate disse...

Que texto lindo Kitty... Vc conseguiu traduzir em palavras coisas tão simples e intensas pra quem vive o petplay. Vc é meu exemplo de bichinho, apesar de eu ter escolhido o dogplay, sempre me espelhei na sua dedicação e na sua entrega como bichinho...

Bjinhus com chocolate!!!!

les dauphins c'est ma passion disse...

Oi kitty querida!

Realmente esses sentimentos não são facéis de explicar porém você os faz com muita clareza e habilidade.

Parabéns! Beijos!

Belinda

Lassie Dog disse...

kitty

Faz tanto tempo que não me identifico com um texto como me identifiquei com esse teu.Não é porque o Dono se foi que os sentimentos foram junto.Estou precisando voltar tbm.

Obrigada por dividir conosco teus pensamentos gatinha.

Beijos

Mestre das Lâminas disse...

Você é um exemplo kitty, sempre mando minhas subs te lerem.

Madyson disse...

Kitty gatinha

Belissimo texto você é uma inspiração para todas as pets.

Beijos

Jessica Submissa disse...

Lindos, lindos esses sentimentos de ser bichinho kitty. Você sente o pet play de um jeito tão profundo e bonito que até eu fico com vontade de ser pet kkkkkkkkkk

beijinhos miguxa

gata lisa disse...

Gatinha, adorei o texto! É muito bom ler coisas com as quais nos identificamos e muitas vezes não sabemos explicar. Adorei a parte sobre o incondicional, esta certa, ate um animal se afasta se levar pontapés ou for abandonado.

Beijos felinos da gata liza!

cachorrinho de madame disse...

Quando crescer quero ser igual a você minha ídola!

Beijos nos seus pés

Conde Leonard & Anjo Lili disse...

Kitty

Quantas saudades estavamos de você, eu e a Lili adoramos o texto, ela gosta cada dia mais de ser o meu bichinho também.

Estamos felizes por ver a sua felicidade e determinação. Você é uma gatinha guerreira.

Abraços e beijos e conte com a nossa amizade!

Conde Leonard & Anjo Lili

Dom RH disse...

Ótimo texto para os apaixonados por petplay. Bjs.

Cadela submissa disse...

Gatinha

Estou até abanando o rabo de felicidade com esse post. Falar de sentimento é difícil mas você o fez muito bem.

Beijos de cadelinha de admiração!

Selina Piece disse...

Que miado mais lindo e sincero gatinha adorada!

Fico muito contente e chego até a ronronar de estar se sentindo assim e ter voltado a dar seus miados por aqui, explorando coisas novas. Você merece ser feliz sempre!

Esse sentimento se parece muito com os meus =^~^= é por isso que somos felinas!

Continue miando e cantando!

Te adoro Kittyzinha fofa!
Beijos, ronronadas e cheiros
;3

Lucy Darkfury disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Lory Cat disse...

Adorei seu texto!Parabéns!!!
Sei bem como é a entrega de um animalzinho de estimação de alguém,demorei muito até me libertar e hoje assumo que sou uma Felina feliz.
Lambidas e Beijos =)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...