Já fui muitas coisas. Já estive tantas outras. Já mudei de opinião e me reinventei diversas vezes. Já acertei, já errei, disse coisas em que não acredito mais e acredito em outras que antes não acreditava. Não me envergonho de quem eu fui, de quem eu sou e de quem eu serei. Rio de mim mesma, amadureço, vivo! Hoje sou apenas um bichinho de estimação curioso, ávido por novas brincadeiras e desafios. Um bichinho que gosta de brincar, ronronar, se esfregar, mas que também arranha um pouquinho às vezes. Um bichinho que não sabe se definir, mas que com toda a certeza ainda sabe SENTIR. E eu sinto que eu não posso mais viver sem o BDSM na minha vida. Eu preciso vivê-lo intensamente. Eu preciso me entregar a esse fetiche, esse desejo, essa loucura, como quer que chamem, mas eu preciso. O tempo passa, as coisas e pessoas mudam, mas uma coisa prevalece em mim: Essa vontade que me consome, esse desejo em ter meu corpo dominado, minha mente subjugada, meus desejos cedidos a outro. E eu prossigo, me perdendo em labirintos, abrindo e fechando portas, tentando encontrar uma saída que me leve de encontro aos meus desejos mais secretos.=^.^=

Escrito por princess kitty

Vida de bichinho =^.^=



Todos sabem como eu adoro ser o bichinho de estimação do meu Dono. Adoro ser tratada como seu bichinho. Gosto de deitar na minha caminha, beber leite no pires, gosto quando meu Dono bate as mãos na cama me chamando para subir nela... Gosto de ter de andar de quatro o tempo todo durante as sessões e gosto mais ainda quando meu Dono me puxa pela guia levando-me como o seu bichinho. Mas tenho algumas limitações ainda, sou orgulhosa e tem coisas que sempre evitei passar...

Na minha última sessão passei por uma experiência muito constrangedora que me fez sentir como um verdadeiro bichinho de estimação... como o pequeno animalzinho que meu Dono deseja que eu seja...


Estávamos na cama conversando descontraidamente, quando perguntei a meu Dono se Ele não estava cansado e se não queria cochilar por alguns minutos. Ele disse que não estava cansado, e perguntou por que eu queria que Ele dormisse, eu ri e disse que gostaria de ir ao banheiro. Meu Dono me observou com seus olhos astutos e abriu um sorriso tão lindo quanto perigoso. Olhando-o não me iludi nem por um momento, sabia que Ele não diria algo como: “Pode ir meu bichinho”. Não, Ele não faria isso. Sempre evitei passar por esse momento, por isso sempre aproveitava os breves momentos em que meu Dono dormia ou estava fazendo alguma outra coisa para ir ao banheiro. Mas nesse dia não teve jeito.

Meu Dono pegou a guia e prendeu na minha coleira. Eu tentei me esquivar, mas Ele me fez descer da cama e disse: “Vamos!” Ele me levou puxando-me pela guia até o banheiro. Eu o segui como um bichinho sendo levado para “passear” com seu Dono. Enquanto eu o seguia estava desesperada, não queria que Ele me levasse e nem que me visse no banheiro.


Chegamos ao banheiro, eu me ajoelhei sobre os meus pés no chão, não queria sentar-me no vaso sanitário, mas meu Dono insistiu. Primeiro sentei-me sem levantar a tampa, mas meu Dono continuou insistindo. Acabei cedendo completamente envergonhada, ergui minha sainha, levantei a tampa e sentei-me. Ele me mandou abaixar a calcinha. Respondi emburrada que já estava sem, o que foi ainda mais vexatório para mim.

Fiquei ali, sentada, emburrada e de cabeça baixa, morrendo de vergonha, enquanto Ele se mantinha em pé na minha frente, me segurando pela guia, me tratando como um Dono trata o seu bichinho de estimação, esperando que eu fizesse xixi.


Disse a Ele que eu não ia fazer, que não queria, que não estava com vontade, o olhava e implorava para que esquecesse aquela idéia. Ele sorriu e abriu a torneira. Ficamos nisso durante algum tempo, Ele dizendo-me que não tinha pressa, abrindo e fechando a torneira algumas vezes. Eu não suportava mais, estava com muita vontade de fazer xixi e com muita vergonha. Então puxei a toalha, cobri meu rosto com ela, abaixei a cabeça e fiquei quietinha. Pensei que se eu fizesse xixi bem devagarzinho, com o som da torneira aberta e a toalha cobrindo meu rosto talvez Ele não percebesse...

Meu rosto estava quente de tanta vergonha (nunca tinha feito xixi na frente de homem nenhum, e jamais achei que iria fazer dessa maneira, sendo segurada pela guia como um animalzinho de estimação). Comecei a deixar o xixi sair aos poucos, bem devagar, silenciosamente, com a cabeça coberta pela toalha. Meu Dono então fechou a torneira e puxou a toalha da minha cabeça deixando exposto meu rosto envergonhado. Estava me sentindo tão humilhada, tão um bichinho de estimação que não consegui reclamar, apenas abaixei a minha cabeça e continuei a fazer xixi para a alegria do meu Dono que me olhava satisfeito com um ar superior.

Foi muito humilhante, senti-me como um verdadeiro bichinho de estimação, fazendo xixi enquanto meu Dono me segurava pela guia da coleira.


Ainda tive de me limpar na frente do meu Dono o que também foi muito constrangedor.

Meu Dono tratou-me realmente como um bichinho, tive muitos sentimentos contraditórios na hora e ainda estou tendo muitos mais. A cada vez que penso nisso surge um sentimento e uma emoção diferente. Apesar de ter me sentido completamente humilhada, senti-me realmente como aquilo que eu sempre quis ser: o bichinho de estimação do meu Dono.


Lembro a primeira vez que meu Dono me chamou de “bichinho”. Tive sentimentos conflitantes, ao mesmo tempo em que meu orgulho gritou, algo tomou vida dentro de mim. Senti-me rebaixada a condição de seu bichinho de estimação e ao mesmo tempo descobri que isso era tudo o que eu queria ser. Meu Dono costuma me chamar de minha gatinha, minha miau, mas quando Ele me chama de meu bichinho sinto uma emoção diferente dentro de mim. Isso é muito especial tanto para mim quanto para Ele, Ele não permite que mais ninguém me chame assim, as pessoas podem me chamar de kitty, gatinha, miau, o que for, mas bichinho só Ele pode chamar.

Sei que meu Dono quer que eu me sinta cada vez mais um bichinho de estimação, tenho minha caminha, meu pratinho, minha roupinha de gatinha, e agora meu Dono quer me comprar uma caixinha de areia, (não, eu não vou sobreviver a isso e não estou de acordo rsrs) além de me dar banho como se dá em um animalzinho e termos uma sessão inteira só de pet play.


Apesar da sensação de inferioridade que tomou conta de mim, depois desse dia em que meu Dono levou-me ao banheiro, tenho me sentido muito mais entregue, muito mais sem escolhas, muito mais obediente, muito mais o bichinho de estimação do meu Dono.

Miaubeijos de bichinho =^.^=

27 comentários:

龍戦士 disse...

Nem preciso dizer o quanto fiquei feliz do bichinho mesmo contrariado ter obedecido, não? Pois é, essa sempre foi e sempre será minha intenção, deixá-la cada dia mais gatinha, mais obediente, mais submissa e mais meu bichinho!

Adoro ver a carinha sem graça da minha gatinha nessas horas, e não sem graça pela situação, mas por estar gostando e perceber que eu vejo o quanto está feliz e excitada em estar nessas situações ;).

Beijos, minha gatinha linha e muito amada, cada dia mais bichinho de estimação do Dono!

龍戦士

{princess kitty}龍戦士 disse...

Sr 龍戦士

O Sr realmente me conhece bem demais, não? Sim, eu fico morrendo de vergonha, super sem graça, humilhada, com raiva até as vezes, mas no fundo adoro sentir-me assim, sem escolhas, tendo que te obedecer, e o Sr sabe o quanto eu fico excitada com essas situações ;)

Dono, obrigada por fazer de mim cada vez MAIS o seu bichinho de estimação, quero muito poder agradá-lo, ser o seu bichinho bonzinho, lambe-lambe e obediente como o Sr gosta :D

Te amo MUITO!!!

Miaubeijos do seu bichinho de estimação vivendo a vida de bichinho que sempre sonhou!!! =^.^=

aldrey disse...

Oie querida!!Eu comecei a imaginar a cena tua com vergonha de fazer xixi kkkk,aqui em casa eu meu marido,ficamos até conversando,enquanto eu ou ele usa o vaso kkkk.Claro ,que sei que tua vida é, diferente...Mas sabe o lance tbm de bichinho aqui no sul ,todos homens tem mania de falar tipo "vou lá sair com meu bichinho"todos meus amigos homens tem mania de falar assim.é estranho como coisas comuns podem soar de formas diferentes!bjss

Anjo Negro disse...

Adorável deixar alguém tão submissa e obediente.
Ansioso pra saber como agirá na caixa de areia KKKKKKKKKKK

Beijos

Anjo Mau

submissa sininho disse...

Gatinha

Coisas extremamente simples como ir ao banheiro se tornam uma humilhação por serem feitas na frente do Dono. Eu também teria muita vergonha ^^

Beijinhos da sininho

Cadela submissa disse...

kitty querida!

Nooooossa, tive alguns flashbacks te lendo (risos)

Eu tive que fazer direto no box do chuveiro mesmo, de quatro, igual cadelinha. Muitaaaaaaa vergonha :S

Beijocas

Sexy Butterfly Borbs disse...

Aqui em casa é como a Aldrey comentou... rolam altos papos no banheiro! rsrs

mas imagino que seja muito constrangedor pra quem não tem esse costume. Além disso, não é o mesmo tipo de situação...

Ui! Pra variar, já me arrepiei aqui pensando coisas...rss

Beijos borboléticos pra vcs!

A Pecadora disse...

Kitty

Eu também nunca fiz xixi na frente de homem, Deus me livre!

Mas a obrigação por ter de fazer realmente torna qualquer coisa muito excitante. Criatividade é tudo no BDSM!

Olha as coisas que nos fazem desejar kkkkkkk

Beijos

My Lorna disse...

Essa sua vida de bichinho é sempre cheia de surpresinhas gostosas e constrangedoras :0

Beijos

My Lorna

João Pedro disse...

O dia em que eu achar o pet shop que vende gatinhas como você eu to feito!

Beijão

JP

Giulia G disse...

Tadinha da kitty com vergonha!KKKKKK
Comigo é assim, quando eu saio com meninas é normal irmos ao banheiro e batermos papo nessa situação como comentaram aqui, já com meninos eu tenho que ter saido já algumas vezes, rolar uma certa intimidade pra rolar algo assim, mas em nenhuma das minhas aventuras no bdsm passei por isso ainda, mas acho que encararia numa boa (sou descarada KKKKKKKK)

Beijos

Giulia

BDSM and LOVE disse...

Kittyzinha

É cada uma que esses Donos nos fazem passar... kkkkkkk

Sorte a sua que está vivendo a vida de bichinho que sempre sonhou!
Aproveite muito minha linda!

Beijos carinhosos

Master M. disse...

Experiência enriquecedora para a escrava!

Saudações cordiais

Master M.

ana sub disse...

Gatinha

Fiquei com vergonha com você! Mas deve ser fantástico se sentir tão bichinho assim. Quem é sub sabe.

Beijos com saudades

Sol e Lua BDSM disse...

Excelente forma de humilhação! Claro, quando se tem alguns anos de casados como eu e a Lua, isso se torna comum o uso do banheiro dividido. Mas no inicio de uma relação BDSM pode ser muito útil. E no meu caso ainda posso usar uma caixa de areia como falou que teu Dono quer ou fazer na terrinha no jardim, aposto que ela vai querer morrer kkkkkkkkkkkk

Beijos do Sol e da Lua

diana submissa disse...

Querida kitty

Que situação embaraçosa minha amiga! Mas nós submissas é que procuramos isso, né? Agora tem que aguentar o tranco kkkkkkkkkkk.

Adorei o relato, senti direitinho tuas emoções confusas.

Beijos

DARK Escarlatte disse...

Que fofa passar por tal perrengue. Veja pelo o lado bom da coisa, esse ainda foi leve.

ternura disse...

ohhh gata linda,

que delícia estar sob a proteção, os cuidados e a atenção de alguém que está disposto a vivenciar essa mágica fantasia, regada com tanto carinho...

amei seu relato e tbm vi sua carinha em cada detalhe...

entregue-se por inteira e seja cada dia mais feliz...*pisc

bjs ternos

Jessica Submissa disse...

Miguxa!

ADOREI TUDO! No final você foi o bichinho obediente que teu Dono queria! Parabéns!

Beijinhos

Bela do Mar disse...

Gatinha

Conheci teu blog hoje e fiquei horas aqui lendo tuas experiências, estou encantada com tudo que li teu e do teu Senhor.

Vi que já passastes por muitas coisas mas essa do banheiro sem dúvida te deixou ainda mais entregue e bichinho.

Beijos

Bela do Mar

Cecilia submissa romântica disse...

kitty linda

Você sabe que eu sou casada com o Dono, e vou te dizer é muito bom, mas tem situações muito humilhantes também. Dono sabe que eu tenho vergonha disso então quando eu erro, principalmente durante a gravidez em que não podia usar castigo fisico, meu castigo era esse: Ir ao banheiro na frente do Dono, e grávida faz muito xixi, eu ficava desesperada e não consegui acostumar não porque Dono ficava me olhando com ar de reprovação porque era um castigo. O bom é que tomo cuidado redobrado com tudo agora pra não errar mais e não precisar ir ao banheiro na frente Dele (risos)

Sou solidária a tua vergonha kittyzinha.

Beijos

RotinaDeUmCasal disse...

Nossa, tive um flash back aqui também, da primeira vez, já casada, que tive que dividir o banheiro com um homem... ainda que seja uma situação diferente, entendo como é...rsrs

Sou apaixonada pela sua relação com seu Dono, ainda vou ser o "bichinho" aqui em casa também...rssrs

Adoooooro Você!!!!

Bjão quente e molhado


Carol

Contos Eróticos disse...

Olá {princess kitty}!

Lemos alguns dos seus contos e principalmente os relatos você usa uma narrativa muito envolvente, que cativa o leitor. Você é uma escritora nata!

Gostaria de juntar-se a nós em um projeto transformando seus relatos BDSM em contos?

Seria um prazer tê-la conosco!

Entre em contato por email:
contoseroticosbdsm@yahoo.com.br

Beijos!


AMO SINIESTRO disse...

Muy buen blog y muy buen adiestramiento, felicidades.

Edgar disse...

AAAH, COMO EU AMOOO PASSAR POR AQUI!!! Sempre recheado de textos deliciosos e imagens QUENTES!!!

Ah, passei tambem para deixar um meme pra ti: http://cenasmuitoquentes.blogspot.com.br/2012/11/perguntas-e-respostas-presente-la-da.html

espero que goste! ;D

{Mansinho}_da Loirinha disse...

Miauuuu nostra kitty gatinha linda rosinha filhotinha do Grande Dragão Branco Tatsu Sannnn que saudadeeeee...

FUDEU! Vou deixar um monte de gente querida sem avisar do "presente" lá em Casa porque, não saiu daqui tão cedo kkkkk...

O certo minha irmãzinha era eu chegar aqui e dizer "depois eu volto, só vim lhes trazer um mimo rs: http://loirinhaksada.blogspot.com.br/2012/11/um-verdadeiro-menage-feminino-de.html?m=1
Bjs & abçs óctuplos... #fui! Inté....

MAAAAS eu não consigo gatinha and Tatsu!!!!

EU!!!! JUSTO EU QUE SONHO COM, A CARTILHA MÁGICA "SEJA CADA VEZ MAIS SÁDICO(A)" DO GRANDE TATSU. EM MÃOS LOIRISTÍCAS, ver a gatinha NO MAX MOMENTO FILHOTE DE SER?????? Aaaaaa que vontade da minha Dona agora dizendo "sentado e calado".... Ela nunca me levou para mijar meus amigos, no dia que o fizer PODEM TER CERTEZA QUE EU CONTO PORQUE EU ACHO SIMPLESMENTE O MÁXIMO!!!!! ALIÁS, ficaria 24 hrs "de quatro" gente...

POIS É GATINHAAAA, UMA DAS IMAGENS QUE EU MAIS GOSTEI QUE JÁ ME DERAM, aquela da Dona, irônicamente loira, guiando seu filhote, que me deste e eu NEM COMENTEI lá no post MERDA!!!!! É fazer post correndo Miau, espero não esquecer mas vou linkar...

E... Deixa um pouquinho para o próximo, como dizem no Nordeste Brasileiro "BÓRA..."

Não! Péra! EU PRECISOOOO MANDAR UM mansinho's-mail POR TODOS OS DEUSES DO NOSSO BOM BDSM MIAUUUUU..... Queria mandar hoje mas não sei se vou conseguir, faltam 4 pessoas ainda p/ avisar do selo kkkk....

MAS VOCÊ ME CONHECE MUITO BEM MINHA IRMÃZINHA, lendo o post você já "deduz" kkkkk... E EU TO MUUUUIITO FELIZ! #fato! Até o próximo capítulo de nossa querida e deliciosa vida/novela mexiacana BDSM claro rsrsrs....

Beijos & Abraços Óctuplos...
ÓTIMA QUINTA-FEIRA p/ vcs meus amigos...
Inté.........

Ayesk@ disse...

Gatinha linda,

Eu também nunca fiz na frente de um homem...rsrs

Se voce ficou rosinha, eu ficaria vermelhinha rsrs

Mas, como sempre...um delicia te ler...

Tadinha da Kitty Kitty...imagino como deve ter ficado...

bjs doces carinhosos e gatinha...
Vc sumiu!!!
Não some, viu??? Adoro te ler, quando me escreve!

A ruivinh@ fica tão feliz, quando recebe notícias suas!!!:)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...