Já fui muitas coisas. Já estive tantas outras. Já mudei de opinião e me reinventei diversas vezes. Já acertei, já errei, disse coisas em que não acredito mais e acredito em outras que antes não acreditava. Não me envergonho de quem eu fui, de quem eu sou e de quem eu serei. Rio de mim mesma, amadureço, vivo! Hoje sou apenas um bichinho de estimação curioso, ávido por novas brincadeiras e desafios. Um bichinho que gosta de brincar, ronronar, se esfregar, mas que também arranha um pouquinho às vezes. Um bichinho que não sabe se definir, mas que com toda a certeza ainda sabe SENTIR. E eu sinto que eu não posso mais viver sem o BDSM na minha vida. Eu preciso vivê-lo intensamente. Eu preciso me entregar a esse fetiche, esse desejo, essa loucura, como quer que chamem, mas eu preciso. O tempo passa, as coisas e pessoas mudam, mas uma coisa prevalece em mim: Essa vontade que me consome, esse desejo em ter meu corpo dominado, minha mente subjugada, meus desejos cedidos a outro. E eu prossigo, me perdendo em labirintos, abrindo e fechando portas, tentando encontrar uma saída que me leve de encontro aos meus desejos mais secretos.=^.^=

Escrito por princess kitty

Decisões...

Era uma vez uma bailarina...


Que não conseguiu completar sua dança...


Às vezes tomamos decisões que magoam pessoas que gostamos. Às vezes tomamos decisões que magoam mais a nós mesmos do que a qualquer outra pessoa. Mas por mais dor que essas decisões causem, às vezes elas PRECISAM ser tomadas. Mesmo que relutemos, mesmo que no fundo do nosso coração desejemos ardentemente não tomar essa decisão. Mesmo que as pessoas envolvidas não entendam. Mesmo que nós mesmos não entendamos. E tem decisões que doem... doem muito... muito mais que qualquer chicote... muito mais que qualquer golpe de palmatória... cortam a nossa alma como a cane corta o ar antes de estalar na pele... perfuram o nosso ser mais que qualquer agulha... nos deixam mais estáticos do que qualquer choque... e causam hematomas que não irão desaparecer em poucos dias... desenham marcas profundas nos nossos sonhos e desejos...

Eu tomei uma decisão dessas. Uma decisão que eu não queria tomar. Mas uma decisão que eu PRECISAVA tomar. Tomar essa decisão me machucou muito, mas não toma-la me machucaria ainda mais. Apesar de ter sido eu quem tomou a decisão, sou eu quem me sinto abandonada, sou eu quem me sinto sozinha. E por mais dor que ela me cause, por mais noites que eu não durma, por mais lágrimas que eu derrame, por mais medo que eu esteja sentindo nesse momento... vou sobreviver. No final das contas, todo mundo sobrevive não é mesmo?

Eu não quero explicar, eu não quero dizer o porquê, eu só sei que eu precisava faze-lo e fiz.

A partir de hoje eu passo a assinar apenas princess kitty.

Aos poucos o blog irá sofrer as mudanças necessárias, ou não, acho que ainda não tenho estrutura para isso.


Obrigada a todos pelo carinho e comentários na minha ausência e nos posts programados. Ainda estou um pouco fora do ar, mas logo estarei respondendo aos emails que recebi durante a minha viagem, os recadinhos deixados e todo o carinho recebido. Estou de volta, não da maneira que eu gostaria, mas estou de volta.

Miaubeijos =^.^=

princess kitty

14 comentários:

Cecilia submissa romântica disse...

Sinto muito querida, nem sei o que dizer...

Cuide-se.

Beijos carinhosos

Lord disse...

kitty

Você é uma menina forte. Muito triste por você.

Beijo grande

Giulia G disse...

Querida gatinha

Encontre ânimo na dor e no desafio. Nesta vida só nos são colocados à frente os obstáculos que somos capazes de ultrapassar.

Fica bem amiga.

Beijos

escravinho belo disse...

Minha amiga

Essa dor é grande demais, me solidarizo contigo.

Seu servo,
escravinho belo

Liliana. disse...

kittyzinha

O tempo cura todas as dores querida, mesmo as de amor. Confia na vida, o resto passa.

Beijos

Zéfiro disse...

Não entendo muito dessas coisas de BDSM, mas conte com meu carinho e apoio.

Zéfiro

http:zefiroesuaszeferices.blogspot.com

diana submissa disse...

Oi kitty

Que esse sofrimento passe logo e que você possa voltar a sorrir...
Rezando por voce para que sua vida se ilumine.

Beijinhos

Jessica Submissa disse...

Puxa miguxa que noticia mais triste ver todo esse amor assim se acabar.

Perder uma coleira sempre dói. Mas devemos sempre lembrar da nossa condição de submissas e sermos agradecidas por termos podido servir.

Um cafuné bem grande em voce.

Celso Takay disse...

Lamento por vocês...
Linda música.

Beijo

Celso

~^~ Lena Lopez ~^~ disse...

Oi Minha Gatinha!
As vezes temos que ser drásticas em nossas decisões, temos que fazer escolhas e de uma forma ou de outra nos machucam, nos vemos numa encruzilhada e o caminho a tomar, precisa ser o mais sereno e seguro possível. Já passei por situações nas quais eu não sabia escolher e creio que compreendo a tua tristeza. Por outro lado, depois que tudo passa, sempre rimos dos problemas! Essa a nossa vida, feita de escolhas, não podemos abdicar dela! Importa muito é viver!
Se precisar, você sabe que estou do teu lado e sabe como me encontrar!
BJOS
Lena

O caminho de perséfone core disse...

Caramba Kitty, que chato. Passei aqui pra falar do presentinho no meu blog a vc...mas nossa, fiquei triste por vc.
Só o tempo pra curar as decisões e as vivências que temos hoje.
Deixe ele transcorrer, em breve achará um novo caminho. Tenha fé nisso.
Fique bem, de coração!

Beijos!
{perséfone core}_DC

EU SOU NEGUINHA disse...

O minha linda...Na vida tudo tem um porque,né?
Enfim..a Nega te deixa um abraço bem apertado eum colo se precisar...
Beijos em ti
{nega}_(V)

Deh... disse...

Minha Amiga querida, é terrivel qdo precisamos tomar determinadas decisões que não queremos de jeito nenhum. Passei por isso a algum tempo atras, e não vou negar. pensei que eu fosse morrer, tamanha era a dor. Agora "acho" que estou melhor, não sei se fiz o certo ou o errado, fiz o que era necessario.
As cicatrizes sempre ficam, nao tem jeito.
Mas somos fortes, em um momento "certo" levantamos a cabeça e tocamos a vida, na nossa busca incansavel pela felicidade.

Fique em Paz, minha querida

Bjsss carinhosos em vc

Nil Lima da Silva disse...

Oi Kitty, tudo bem querida?!?!?
Olha tem certo tipo de decisão que a gente preferia morrer a ter que tomar, por que não sabe o que sera dai pra frente, mas sempre se sobrevive querida.
Romper elos é dificil, demora para sarar, fica dolorido muito tempo, mas fortalece a gente no final, é claro que é mais facil falar do que passar pela dor, mas o tempo cura tudo.
Você é uma gatinha forte, sete vidas, vai lambendo as feridas devagar que elas vão fechar.
Um beijo bem grande minha amiga e conte comigo sempre.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...