Já fui muitas coisas. Já estive tantas outras. Já mudei de opinião e me reinventei diversas vezes. Já acertei, já errei, disse coisas em que não acredito mais e acredito em outras que antes não acreditava. Não me envergonho de quem eu fui, de quem eu sou e de quem eu serei. Rio de mim mesma, amadureço, vivo! Hoje sou apenas um bichinho de estimação curioso, ávido por novas brincadeiras e desafios. Um bichinho que gosta de brincar, ronronar, se esfregar, mas que também arranha um pouquinho às vezes. Um bichinho que não sabe se definir, mas que com toda a certeza ainda sabe SENTIR. E eu sinto que eu não posso mais viver sem o BDSM na minha vida. Eu preciso vivê-lo intensamente. Eu preciso me entregar a esse fetiche, esse desejo, essa loucura, como quer que chamem, mas eu preciso. O tempo passa, as coisas e pessoas mudam, mas uma coisa prevalece em mim: Essa vontade que me consome, esse desejo em ter meu corpo dominado, minha mente subjugada, meus desejos cedidos a outro. E eu prossigo, me perdendo em labirintos, abrindo e fechando portas, tentando encontrar uma saída que me leve de encontro aos meus desejos mais secretos.=^.^=

Escrito por princess kitty

O que é ter um Dono???



Para as pessoas do BDSM, é muito comum falar ou ouvir que se tem um Dono. Pra quem é de fora, isso as vezes assusta, ou as pessoas não  entendem bem o que isso quer dizer.

Ter um Dono tem muitos significados e vai muito além da simples posse física. Ter um Dono é ter alguém que cuida, que guia, que ajuda, que serve como apoio para todas as horas. Então isso quer dizer que só as pessoas fracas precisam de Dono? Não. Muito pelo contrário, pra se ter um Dono é preciso ter uma força interior imensa, aprender a respeitar a si própria e aceitar os  seus desejos primeiro.

Pra se ter um Dono é preciso se doar, assim como Ele também vai se doar para você, a confiança e a cumplicidade são o fator essencial dessa relação. Ninguém pode ser Dono se não tiver tempo pra isso. Se não puder se dedicar a sua(s) submissa.
Sim, tem uma hierarquia, Ele vai escolher por você algumas vezes, em outras vai te dizer o que fazer e em outras você mesma não vai fazer algo porque sabe que vai chatea-lo. Mas...isso é o que temos muitas vezes nas nossas relações baunilhas, não é mesmo? Não cedemos muitas vezes para nossos namorados, maridos, amantes? Porque então não ceder para o Dono? Então ter um Dono é como ter uma relação baunilha?

Sim e não. Sim, porque em como todas as relações há o carinho, a cumplicidade, a troca. E não, definitivamente não!
Nada se iguala a ter um Dono. O sentimento de pertencer, de saber que tem um Dono pra te cuidar, que não estará mais sozinha em momento algum, que tudo depende Dele agora, que você precisa, necessita Dele, e que Ele está sempre lá pra te ouvir, te cuidar, te dizer aquelas coisas que você precisa escutar, mas ninguém diz apenas o seu Dono, esse sentimento é único.

Se sentir posse, sentir que tem uma coleira no seu pescoço mesmo quando ela não esta fisicamente lá...quantas vezes me deparo conversando no msn com meu Dono e Ele diz alguma coisa que gostaria, ou dá alguma ordem e eu levo a mão ao pescoço e sinto uma coleira a me apertar e a vontade e o desejo de fazer o que Ele manda (mesmo contrariada) é imenso e supera tudo? (você deve estar pensando: a kitty está ficando maluquinha rsrs)

Mas é esse querer obedecer, esse desejo de submissão que nos faz ir adiante, mesmo eu querendo ser rebelde, mesmo eu querendo provoca-lo...Ele me vence, e isso me faz Dele.  Mas não pense que tudo isso veio da noite para o dia não, isso vem com o tempo, o amadurecimento da relação, as alegrias e decepções sofridas, sim porque não é um conto de fadas...se bem que as decepções ao menos no meu caso, sempre foram comigo e nunca com meu Dono. Ele nunca me desapontou ou decepcionou, sempre manteve a postura correta e firme de sempre. Mesmo errando ( sim, Dominador também erra, Ele é um ser humano como outro qualquer, se estiver procurando um Deus, vá ver nos livros de mitologia rsrs) Ele sempre foi sincero e admitiu isso, jamais jogou a culpa ou responsabilidade em cima de mim.

Não sei se consigo explicar esse sentimento de pertencer, de ser posse, porque sentimento não se explica, mas pra mim é totalmente diferente de tudo que já vivi antes, não é como a paixão e tampouco como o amor, é diferente, intenso mas suave. E me dá uma segurança imensa esse pertencer, me faz sentir desejada, cuidada e ao mesmo tempo sob o Domínio e o poder de Alguém, Alguém que pode fazer o que desejar comigo, porque é meu Dono, essa excitação, esse suspense, esse não saber o que está por vir, esse estar a mercê Dele, das suas ordens, caprichos e desejos me faz delirar de desejo.

As sensações no BDSM são muito intensas, por isso mesmo precisam ser vividas com responsabilidade, se entregar sim, mas com consciência do que está fazendo e saber onde se está pisando.

Dominar alguém em uma sessão é algo relativamente fácil, mas manter esse Domínio e ser Dono no sentido mais amplo da palavra requer responsabilidade e respeito pela submissa.

Querer dominar apenas para brincar de mandar e ser totalmente egoísta, não é dominar. Dominar e se submeter requer entrega de ambas as partes. Sim, de modos totalmente diferentes, o Dominador se entrega ao prazer de cuidar, de dominar, de submeter sua submissa. E a submissa, ah, essa se entrega totalmente, se deixa levar e conduzir porque sabe que estará protegida. Estará protegida em todas as circunstâncias e vivências com seu Dono, seja em uma conversa, seja em uma sessão, sendo torturada, castigada, cedendo aos desejos Dele (que são os dela também).

Claro, estou aqui falando da minha opinião baseada na minha experiência. Pra mim ter um Dono é isso, é ter um porto, é ter um refúgio, é viver nessa certeza de pertencer  mesclada com a incerteza das próximas ações, do que vai acontecer conosco...viver a mercê do desejo alheio, desejo que te domina, te maltrata e te satisfaz.

Adoraria saber a opinião de vocês, sendo baunilhas ou do BDSM, o que é pra você ter um Dono? Ou Dona? Escrevi no masculino, pois são as minhas experiências, mas acho que o significado é parecido.

Miaubeijos =^.^=




61 comentários:

龍戦士 disse...

Excelente tópico, minha gatinha! Instrutivo porém totalmente pessoal também.

É uma discussão interessante, as pessoas percebem uma coleirae o fato de ter um Dono de formas diferentes, embora o "sentimento final" ou o "objetivo" sejam os mesmos. Fora isso, as pessoas de fora realmente se confundem e se perdem totalmente no termo, uns acham que é só uma gíria para dizer namorado, outros acham que é algo extremo, e que a sub ao ser encoleirada passa o dia trancafiada na jaula (bom, tem uns que vivem assim, mas cada um com seu "nível" e sua fantasia BDSM), mas dificilmente conseguem pensar em um meio termo, ou a relação que seria a mais comum.
Eu não tenho condições de dar minha opinião sobre o que sinto com relação a ter um Dono rsrsrsrs, e se fosse explicitar o que sinto e como vejo o ser um Dono, acabaria repetitivo quanto a alguns comments e textos que já escrevi.
Adoro ver a mudança e o aparecimento cada vez mais forte da submissa nessa minha gatinha (se te dissesse lá atrás, no início que estaria fazendo isso hoje, garanto que iria duvirdar rsrsrs).

Adorei a idéia do post, pois como falou nele, o ser posse, o ter um Dono, é um sentimento, e sentimentos são uma das coisas mais difíceis de se explicar e colocar em palavras, porém com pessoas diferentes ressaltando suas diferentes formas de enxergar essa situação, talvez consigamos dar uma boa idéia a quem está de fora ;) rsrsrsrs

Se entregar vai muito além de se deixar ser amarrada e sofrer castigos físicos e psicológicos, se entregar é confiar, é desejar, é acreditar que o outro se importa tanto contigo, a ponto de dedicar boa parte de sua vida a guiá-la e ensiná-la. Da mesma forma que estar do outro lado da guia da coleira, também tem sua "profundidade", porém essa vem junto com a responsabilidade, mas também há o desejo, que Dono encoleira uma sub que não deseja, quem é burro o bastante para conquistar algo que não quer? Gosto da minha gatinha, pois fala as coisas da forma que são e como as vê sem medo, e por mais que muitos Doms não queiram aceitar, sim, eles também se doam a relação, por mais que esteja sempre no comando, o fato de utilizar seu tempo para ensinar, castigar, tem sessões ou simplesmente covnersar, indica que o Dono também se doa da mesma forma que a submissa, porém em diferentes intesidades.

E por último, mas o mais importante, assim como disse, ser submissa não é para pessoas fracas, não é para quem está frágil. Se entregar dessa forma, criar e manter essa confiança no outro é algo para quem tem a cabeça lugar e muito no lugar, caso contrário a submissa se torna uma bomba relógio, qualquer coisa, por menor que seja a deixará totalmente arrasada e depressiva. Se submeter e deixar-se encoleirar, requer muito mais força mental e capacidade que as pessoas imaginam, pois com isso vem esse sentimento e por mais inofensivo que ele possa parecer, é de grande efeito e tem muito peso na submissa.

Damn!!! Preciso aprender o significado de "ser objetivo"... definitely LMAO!!!

Beijos, minha gatinha,
龍戦士

{princess kitty}龍戦士 disse...

龍戦士

Olá meu Dono

Acho que tudo que tinha pra te dizer sobre isso, já disse no post..

E sabe que pensamos muito parecido em relação a D/s, concordo com tudo que escreveu, suas palavras só vieram a acrescentar no meu post.

Mas...acho que não, não disse no post tudo ainda que tinha a dizer sobre ter um Dono...

Faltou eu dizer que a cada dia, cada hora, cada momento que passa me sinto mais SUA, que adoro ser SUA e que sou extremamente feliz em ser SUA posse.

Miauobrigada por tudo Dono que eu adoro =^.^=

ana sub disse...

Esse troço que vc escreveu de pertencer é algo muito forte. As relações que tive tentei mas não consegui me sentir assim acho que faltou isso da entrega do Dom tb.
Foram coisas mais superficiais de sentir a sessão e só.Depois eles ñ queriam nem saber as vezes.
Muito bonito tudo que disse,que bom que tem pessoas que conseguem viver isso dessa forma.Parabens.

Beijos.

Escravinho Belo disse...

Oi
Eu com a ultima Senhora que tive,me sentia escravo mesmo, muito inferior, era como se Ela fosse uma Deusa e eu um trapo qualquer.Ela não me dava valor.Eu gostava mas foi ruin.Com outra que tive me sentia um meninão,ela cuidava,dava carinho tambem so que teve que sair do SM e eu fiquei sozinho e acabei com aquela outra.Hoje só observo as Dommes, não tenho coragem de ter outra Senhora já.
Seu Servo,
Escravinho Belo

LOIRINHA KSADA... disse...

Ai Gatinha... Tenho duas versões de experiência. A princípio eu sempre fui meio "mandona" com todos os homens q já havia tido,aí casei com Mansinho, que me ensinou o que era ser submisso, depois de anos como sua Dona, aparece Wolvie em minha vida, e descubro a LOUCURA que é querer ser submissa... Descobri então, que viver fazendo o que ele quer,quando e como quer, me dava cada vez mais prazer.Mas confesso q no início achava humilhante,mas ainda assim queria mais, foi quando assumi, que esta "humilhação" me excitava,e hoje eu digo de boca cheia Amo ser dona de Mansinho e Amo ter um dono MARRENTO chamado Wolvie... E digo que vc passou de uma forma muito legal o que se passa dentro de quem tem UM DONO... rs bjinhos linda Parabéns pelo post... "Claro...rs bjinhos dos 3...rs"

Sexuality disse...

OI LINDA QUAL É O SEU COMENTARIO sobre este video
SE PUDER DXA NO MEU BLOG PRA MIM SABER..
eu gostaria de entende um pouco mais sobre bdsm...
e de outros ondem mulheres chegam a chorar??
http://www.xvideos.com/video783361/bdsm_blonde_its_really_hard

Piment29 disse...

Maravilhoso Post ... Realmente bem esclarecedor ... Dono é ter carinho, amor, respeito, admiração, querer estar junto e crescer com sua amada .... Bjus Apimentados .... =)

★$ Naиđ♂ N£яi $★ disse...

Olá Gatinha
Obrigado pelo carinho em meu blog. Vc pode ir lá miar quantas vezes quiser. Será um imenso prazer. Miau!
Beijo no coração!

ACM disse...

Princess

O mais importante dentre todas as coisas bacanas que você disse é o texto ter o real significado do teu próprio entendimento.

A submissão é única, pessoal e intransferível em todos os aspectos.
Lógico que cada um que se arrisca dentro do BDSM tem a sua própria teoria quanto a esse assunto.

Por isso, é legal admitir que o conceito apresentado representa uma visão. A ótica de quem escreve e se declara é o ponto chave.

Parabéns pelas palavras elucidativas para quem chega e definitivas para quem aqui já está.

Grande Beijo
ACM :)

~^~ Lena Lopez ~^~ disse...

Oi Kitty!
Falando em fantasias, ter um Dono talavez seja uma das formas mais intensas de sentimentos, ou será que não é uma arte? Pra não se-la, precisaria ser vivênciado diaoturnamente, sem separar o lado baunilha do lado BDSM, concorda? Porém, sabemos que não é bem assim, existem claro algumas poucas exceções, querendo ou não o baunilha é muito mais dominante em qualquer pessoa, por mais dominadora ou submissa que ela seja e desse lado, o sentimento maior é o amor. Não o amor doentio, ciumento, desforme, mas aquele que deixa livre e não falo do amor fraterno, mas do amor entre duas pessoas.
Por isso eu discordo, o sentimento mais importante é o AMOR VERDADEIRO, os sentomentos de ser dono ou submissa, são meramente importantes no mundo da fantasia, a não ser que se resolva torná-los reais e assumir as condições dioturnamente.
Você sabe que sou uma baunilha que admira e já se envolveu extritamente com o SM, mas não aceito a filosofia D/s e até acho que teria que d/S ou D/S, por que fazer sofrer é algo comum e qualquer ser humano, não precisa ter aula para isso, ao contrário, aguentar a dor e o sofrimento é bem mais dificil e ambos não o são, um sem o outro. Não quero com isso desvalorizar a parte "D", mas isso é um fato e como tal, deve ser pensado e pesado na balança.
Sabemos que pessoas desiquilibradas, arrogantes e sem bom senso, são capazes de extrapolar os limites das fantasias e esses motivos são os maiores problemas na relação D/S, se não o fazem no inicio da relação, logo passarão a faze-lo, seja querendo dominar na vida baunilha, seja querendo impor-se à parte "S" ou submeter-se "D" alheia, seja ofendendo e se proclamando SENHOR, por que se sente o último elo da corrente, o último nó do shibari ou a chave da última algema, mas não passam de gente perdida em sua mesquinhez, inferioridade e desmoralização pessoal. Vemos por ai inúmeras queixas, inúmeras postagens sobre o assunto.
Por tudo isso é que eu tenho certeza, sem generalizações, que o BDSM e as Relações D/S, devem ser repensados.
BJOS
Lena

Jessica Submissa disse...

Oi kitty

Voce falou muito bem o que e ter Dono de verdade.Dono que se importa com a submissa,que gosta de dominar.Eu ja tive Dono assim bão,que ajudava,dava atenção,conselho e tambem ja tive uns mais secos que so queria mandar e eu que me virasse.Cada um tem um gosto diferente.Mas esse sentimento todo que voce falou ai é a coisa mais maravilhosa do mundo sentir ainda mais com essa intensidade que falou.
Que bom que voce encontro seu Dono e se senti assim, eu ainda to procurando o meu.
Parabens pra ti e pra teu Dono, eu ainda to procurando o meu,mas sei que uma hora ele chega.

Beijinhos.

Monique disse...

kitty gostei mesmo muito desse post. Eu não estava nada por dentro do BDSM, e desde que te comecei a ler descobri imensas coisas que desconhecia, e hoje foi mais um dia desses. É muito bom fazeres esses textos informativos:-) beijinhos****

Jéssica Moura disse...

Parabens pelo seu blog, muito bom!
adoorei. aproveitei pra te seguir!
Segue tambem?

www.jmphotosnet.blogspot.com

Romeu o Apaixonado disse...

Baunilhão agradecido moça.
Tinha uma idéia totalmente deturpada.

Beijos linda

Madre Madalena da Santíssima R.A. disse...

Querida Alma Magra em Cristo
Saiba que em mim, você encontrou uma amiga. Estarei orando por você sempre e pelo seu dono também.
Santo Ósculo em seu coração!

Roberto Bach disse...

Tenho de discordar de vc. O que vc descreve como "dono" é na verdade "marido" ou "namorado". Dono é dono. Dono vende, compra, explora. Se ele cuida é para conservar o valor do objeto. Quem coloca a sua propriedade em primeiro lugar, não é dono, é escravo dela.

{princess kitty}龍戦士 disse...

ana sub

Olá querida!

Realmente esse pertencer é muito pessoal varia de pessoa pra pessoa e de cada relação. Não que seja melhor ou pior o que varia é o nível de intensidade de acordo com a nossa entrega e a do Dominador. Se Ele não se interessa como você disse, fica difícil sentir dessa maneira.

Muito obrigada pelo carinho e desejo que você possa viver o BDSM da melhor forma possível!

Miaubeijos com carinho =^.^=

{princess kitty}龍戦士 disse...

Escravinho Belo

Oi querido!

Tem gente que gosta de sentir esse tipo de humilhação, ser tratado como nada mesmo, e isso não é problema algum. Mas no seu caso você gostava, mas se sentia mal. E com a outra, que a relação era de mais cuidado você também gostava. Acho que não precisa ficar com medo. Tem é que conhecer a si mesmo primeiro, definir que tipo de relação BDSM te satisfaz mais e faz mais feliz. E aí sim procurar e encontrar uma nova senhora.
Eu por exemplo, não gosto de ser xingada, é uma coisa minha, me sinto mal, claro que conversei isso com meu Dono antes de termos uma relação e a partir daí Ele soube como me conduzir. Você tem que saber o que te faz bem ou não e daí sim partir para uma nova relação.
Espero que fique bem e que sejas feliz!

Miaubeijos com carinho =^.^=

{princess kitty}龍戦士 disse...

LOIRINHA KSADA...

Oi linda!

Adoro isso de você, ter os dois lados. Você sabe o que é ser Dona, e sabe o que é ter Dono. Duas coisas distintas mas que se complementam. Tua experiência com o Mansinho além de deliciosa, te deu base parra o que ia viver com o Wolvie. Sim, você definiu bem é uma LOUCURA, mas uma deliciosa loucura, rsrs
Isso que você descreveu de não gostar, mas se excitar, meu Dono sempre falou pra mim, dzia que era um “desagradar agradando”, que a sub não gostava, mas no fundo adorava, foi difícil pra mim tbm entender isso, os famosos “dilemas de sub” como meu Dono diz tbm. Eu não gostar, mas me excitar.

Obrigada pelas suas palavras, fico feliz em conseguir passar um pouco do que eu vejo como ter um Dono :D

Miaubeijos triplos com muito carinho =^.^=

{princess kitty}龍戦士 disse...

Sexuality

Oi querido!

Sobre o vídeo, eu acho excitante, embora seja uma cena montada, a realidade não é tão agressiva assim,
Por ser uma cena é extremamente forte. Eu tenho muitos vídeos desses aqui no marcador vídeos BDSM. E o que vc quiser saber sobre o assunto é só perguntar :)

Miaubeijos =^.^=

{princess kitty}龍戦士 disse...

Piment29

Oi meu docinho de pimenta!

Cada um tem uma visão do que é ter um Dono, pra mim o essencial é o respeito, a confiança e a cumplicidade. Essa troca é fundamental.

Miaubeijos com carinho =^.^=

{princess kitty}龍戦士 disse...

★$ Naиđ♂ N£яi $★

Olá querido!

Que bom que gostou! Pode deixar que vou miar muito por lá!

Miaubeijos =^.^=

{princess kitty}龍戦士 disse...

ACM

Olá querido

Obrigada pelas suas palavras, você entendeu muito bem o que eu quis passar

Essa é a minha visão baseada nas minhas experiencias. Cada um tem a sua, e não quer dizer que seja melhor ou pior apenas diferente.

Eu escrevi esse texto pensando em como me sinto em relação ao meu Dono e tbm porque recebo muitas perguntas de pessoas de fora sobre isso.

Acho que o importante é todos descobrirem a sua maneira de viver e se realizar no BDSM, cada um com suas teorias, jeitos e gostos.

Mais uma vez obrigada pelo seu carinho :D

Miaubeijos =^.^=

{princess kitty}龍戦士 disse...

~^~ Lena Lopez ~^~

Oi Leninha!

Eu não quis com esse meu texto desmerecer de forma alguma o amor ou as relações baunilhas querida.
Eu so quis demonstrar a forma que eu vivo e sinto a minha d/s o que é ter um Dono para mim.
Claro que todos sabemos que amor verdadeiro é o sentimento mais importante que existe, mesmo nas relações. Porém eu não estou falando disso aqui. Estou falando da sensação de pertencer e ter um Dono.Não caberia aqui eu fazer uma comparação das relações baunilhas e bdsmistas.
O BDSM é uma fantasia? Sim, é. Mas os sentimentos e sensações são reais, não são fantasiosos. Posso não estar ao lado do meu Dono 24 horas por dia, e levar a minha vida baunilha normalmente, porém esse sentimento de ser posse, de ser Dele, me acompanha sempre. Não tem um botão liga/ desliga. O BDSM se faz presente em momentos que menos se espera.

Quanto as relações D/s que causam sofrimento psíquico ou Dons egocêntricos e se achando, isso é a diferença entre o bdsm saudável e o doentio, cada um tem seu modo seu jeito, sua fantasia, mas não se pode deixar isso extrapolar. E demonstrar essas diferenças é muito importante e é isso que eu tento fazer no meu blog e em posts como esse. Mostrar que o BDSM pode ser vivido com alegria, felicidade, respeito e muito carinho. Isso é o que eu vivo, não posso falar daquilo que nunca vivi, minha relação é de confiança, cumplicidade, desejo, um desejo que nos leva obter prazer através da dor, da submissão e dominação erótica sim, mas que tem um cuidado, um pertencer, não é somente algo físico e de sessões, é um sentimento que permanece conosco.

É isso, Leninha, acho que o importante é cada um ser feliz da sua maneira, seja na vida BDSM, seja na baunilha ou nas duas juntas!

Miaubeijos com carinho =^.^=

{princess kitty}龍戦士 disse...

Jessica Submissa

Oi querida!

Obrigada! È como vc falou cada um tem um gosto.Só precisamos encontrar aquilo que se adequa ao nosso jeito e desejo.

E viver isso da melhor forma possível!

Te desejo muita sorte e sucesso, sei que esse Dono que você tanto procura, vai chegar e te fazer muito feliz!

Miaubeijos =^.^=

{princess kitty}龍戦士 disse...

Monique

Oi querida!

Puxa, fiquei extremamente feliz com teu comentário! Adoro quando consigo esclarecer e ajudar as pessoas a verem e entenderem um pouco do BDSM que eu vivo.

Pode deixar que vou fazer mais textos desse tipo, sim . :D

Miauobrigada e miaubeijos com muito carinho =^.^=

{princess kitty}龍戦士 disse...

Jéssica Moura

Olá!

Obrigada! Seja bem vinda!

Já vou lá visitar o seu tbm :)

Miaubeijos =^.^=

{princess kitty}龍戦士 disse...

Romeu o Apaixonado

Olá querido!

Como disse a Monique fico extremamente feliz quando consigo esclarecer um pouco sobre o que é BDSM e a forma que eu vivo isso.

Obrigada e miaubeijos =^.^=

{princess kitty}龍戦士 disse...

Madre Madalena da Santíssima R.A


Carissimas Madre!

Fico santificadamente feliz pela sua amizade.
Ore, ore muito sim por mim e pelo meu Dono, nós agradecemos de coração!

Miaubeijos santos e carinhosos =^.^=
Aspirante Zudinha

Mafia Sonora disse...

Bem legal o texto Princess, elucidativo e explicativo com certeza, sempre bom entrar aqui e ler um texto bem feito, você sabe que sua presença no Apenas 1 DJ já gerou até uns comentários né? Tudo de bom com certeza, legal estar te seguindo e ser seguido por você beijão.

Thatica. disse...

Lindonaaaa..desculpa a ausência!!

passei aqui pra te deixar um beijo..

se cuida tá??

{princess kitty}龍戦士 disse...

Roberto Bach

Olá querido!

Como eu deixei claro, é a minha visão, baseada nas experiências e sensações que eu vivo. Acho que cada um tem a sua e respeito todas.
Mas assim como você discordou de mim, eu tbm discordo de você e vou te dizer porque:
Entendo sua forma de pensar porém pontos de vista e referenciais são pessoais e dependem das experiências e conhecimentos de cada um.
Seu referencial lhe diz que se dedicar a algo que possui, demonstra submissão a isso, eu discordo. Vejo da seguinte forma, assim como você ressaltou, um Dono cuida de sua posse para manter o valor, mas vai muito além disso, cuidamos de nossas coisas para manter o valor também, mas porque temos uma ligação com elas, são nossas, e queremos que o que seja nosso esteja bem cuidado, não somos seres desprovidos de sentimentos. Cuido de minhas coisas não apenas porque quero manter seu valor, a não ser que pretenda vendê-la num futuro, mas porque são minhas, acho que ninguém quer ser Dono de algo ruim, quebrado, maltratado ou mal cuidado e nesse ponto ressalto o fato de discordar de seu ponto de vista. Cuidar por querer cuidar, por querer que algo seu seja esteja em bom estado não é de forma alguma colocá-lo em primeiro lugar, ou mesmo se submeter, isso digo no sentido geral... porém dentro de cada contexto, suas posses são importantes e prioritárias.

QUALQUER coisa em nossa vida, qualquer coisa que desejamos exige dedicação de alguma forma, ser dono de algo ou Dono de uma sub é a mesma coisa, se usarmos o parâmetro que você fala de ser dono sem priorizar, nos perdemos, nunca damos valor ou importância a nada e perdemos todo e qualquer objetivo de vida, a mesma coisa a submissa, se você a tratar desse jeito, perde o objetivo que é possuí-la, fazê-la se sentir sua e o principal fazê-la "evoluir como sub" aprendendo.
Se você quisesse ser dono de uma casa não se dedicaria para compra-la?
E depois que a tem, se dedica a cuidar e dar atenção, pois caso contrário logo ela se tornará um "barraco", o não deixá-la deteriorar não é simplesmente por não perder o valor, mas porque quanto mais organizada e bem cuidada a casa, mais bem estar ela trará, se você vive numa casa bonita, se sente bem, se está numa casa mal cuidada, se sente mal, se incomoda... a diferença é que a casa não tem a opção de se colocar a venda sozinha, ela é um objeto inanimado, a sub tem.

continua...

{princess kitty}龍戦士 disse...

Roberto Bach
continuando...

Meu Dono cuida de mim, me dedica tempo, atenção, não porque é submisso a mim, mas simplesmente porque me quer bem. Me quer uma submissa feliz, desejosa e interessada em servi-lo.
E por isso dá valor a mim... A submissa é algo de extremo valor para um Dom, e não podemos ser hipócritas de dizer que não.
A submissa, encoleirada ou não... não deixa de ser uma mulher, uma pessoa, e ignorá-la ou não dedicar-se a ela, é hipocrisia e falsidade em querer acreditar que ela está obrigada a ficar contigo... O BDSM não é uma escravidão perfeita e nem nunca vai ser, pois não tem a obrigatoriedade, se a submissa está infeliz, ela simplesmente devolve a coleira, algo totalmente diferente da escravidão real.
Numa escravidão real, como a que havia, concordo totalmente com seu ponto de vista e comentário, porém na contida no universo BDSM, acho que é tapar o sol com a peneira... todos sabem e todos fingem que não percebem, mas não há como agir com completa frieza perante a submissa.
Como ressaltei lá atrás, dedicação é totalmente diferente de colocá-la em primeiro lugar, a forma como meu Dono vive a sua D/s comigo é essa, se dedica, inclusive pois Ele é mais Mestre que Dom, me ensina, me da atenção, não me trata como dono de um objeto, me trata como Dono de uma submissa... a palavra é a mesma, mas o contexto e a forma de agir é totalmente diferente.
Sobre isso que eu defino como Dono, ser marido, namorado, tbm discordo totalmente, principalmente porque já os tive, e o objetivo e prioridades da relação são totalmente outros. Dedicar-se a submissa não é se submeter, pois não está fazendo o que ela quer ou se deixando levar por charminhos, isso é ser namorado... um Dono sempre tem o comando, isso não quer dizer que não pode se dedicar.Não tenho nenhuma relação baunilha com meu Dono e nem pretendo ter, a minha relação com Ele é exclusivamente BDSM, a D/s esta sempre presente entre nós, não há encontros românticos ou baunilhas, nossos momentos são sempre S/M e dentro da D/s.Nunca quis viver isso com um namorado ou marido, inclusive falo isso numa parte do meu perfil, não iria conseguir respeitar como Dono alguém assim.Dono pra mim tem que ser sempre Dono.
Na minha opinião aquilo que você diz ser Dono é algo que está fadado a falhar... pois como falei das diferenças entre escravidão real e a BDSM, nessa a submissa tem a opção de cair fora.

Mas, fico feliz que tenha discordado, o objetivo do post é esse tbm, saber e conhecer a visão de cada um! Esse é o meu ponto de vista, a minha visão como deixei claro no texto, assim como você tem a sua e eu a respeito, só quis te dizer o porque de eu discordar dela também rsrs

Obrigada pelo seu comentário e miaubeijos =^.^=

{princess kitty}龍戦士 disse...

Mafia Sonora

Olá meu Dj favorito (vou te chamar assim tbm rsrs)

Fico contente que tenha gostado e entendido meu texto :)

Comentários sobre mim? Sério? Vou lá xeretar rsrs

Sabe que tbm adoro ir lá escutar e aprender cada vez mais sobre músicas :D

Miaubeijos com carinho =^.^

{princess kitty}龍戦士 disse...

Thatica

Saudades suas lindona!!!

Depois vou lá te ver!

Miaubeijokas =^.^=

Hospicio da tia Luh -- By Pri disse...

oieee minha miauzinhaaa vim deixaaa meu bjaum e dizer q to com sdds!

{princess kitty}龍戦士 disse...

Hospicio da tia Luh -- By Pri

Oi minha maluqute favorita!

Depois vou la matar as saudades amore

Miaubeijokas estaladas =^.^=

Dorei Fobofílica disse...

Olá, Gatinha!

Demorei, mas cheguei aqui,rsrsrs

Excelente reflexão, concordo em tudo o que voce disse, apenas lamento que muitos não consigam ver as coisas com a mesma clareza, que procuram enfeitar e pavonear as coisas e deixam a essencia de fora, é uma lástima, mas assim está o BDSM, onde o meio e o que os outros pensam tem mais valor do que a relação em si, onde se busca um nome de dominador famoso e um lugar de destaque na "vitrine", quisera o BDSM tivesse mais pessoas pensando e sentindo como voce.

Parabéns a ti e a teu Dono 龍戦士 , Mestre , com este nome que valha-me Deus! Só copiando e volando, mas por caridade, não me peça para falar, viu? hehehehe

Beijinhos e chamegos na Gatinha!

{princess kitty}龍戦士 disse...

Dorei Fobofílica

Oi minha amadinha!

Você pode chegar a hora que for é sempre bem vinda!

A forma como cada um sente e vive a D/s é muito pessoal, mas fico feliz que tenhamos opiniões parecidas, aliás sempre te admirei pela tua postura em combater esse BDSM doentio e irresponsável que as vezes vemos por aí. E o que é um nome famoso no BDSM não é mesmo? Nada. É apenas um nick como outro qualquer, o que vale é a pessoa por trás do nick, o carater, a força interior, tudo isso faz um Dominador e uma submissa conscientes do seu papel dentro de uma D/s.

Fico agradecida pelas suas palavras, sua amizade e confiança, sabe que é reciproco, que gosto muito de ti, de ter como amiga e sempre perto de mim; :)

E quanto ao nick do meu Dono, rsrs, pode chama-lo de Tatsu, se não quiser copiar e colar é o significado do kanji hahaha

Miaubeijos com MUITO carinho minha amada =^.^=

Domme Amanda® disse...

Oi gatinha linda!
Tem presentinho pra vc lá no meu cantinho!
Deixa eu correr, a minha net tá uma bomba e ainda tem gente pra visitar, rsrsrsr.
Beijokas
D.A®
(Volto com calma pra comentar e ainda tenho que postar os presentinhos que vc me deu, rs*!)

{princess kitty}龍戦士 disse...

Domme Amanda®

Oi querida!

Miauobrigada pelo carinho! Adoro presentinhos, vou correndo lá buscar!

Cuidado! Não deixe ela explodir perto de você!hahaha

Miaubeijos com muito carinho lindona =^.^=

Xipan Zéca disse...

Olá.... que meus comentários não provoquem arranhões.... rssss

Obrigado por comentar lá no meu Bróguinho....
Foi muito lesgaus de tua parte e retribuo com mó carinho menina....

Deussssssssskiajude
beijo grande
Tatto

{princess kitty}龍戦士 disse...

Xipan Zéca

Tatoo

Imagina, sem arranhões rsrs, eu dei muita risada lendo-os, isso sim :P e me senti lisonjeada :)

De vez em quando eu vou miar lá no seu galho, viu?

Seja bem vindo aqui sempre tbm :D

Miaubeijokas =^.^=

Mar... disse...

Oieeee minha miauuuuu...rsrsrs...
Vim dizer que estou com saudades e que adorei sua postagem...vc me tirou algumas dúvidas...amei...
Nossa...parece que já conheço vc a anos gatinha...
Bjs carinhosos...Mar...

Muito disse...

Ótimo texto, define bem a tua opinião e como te sentes.Isso que importa em cada relação sm, cada sentimento é unico, exclusivo, não da pra comparar com baunilha, mesmo o Dom, sente, gosta, cuida, com maior ou menor intensidade.Bela tua visão.

Beijos

{Malú}_MTONNY disse...

Vc disse tudo sobre essa bela relação D/s, quando comecei era debochada e contestadora achava ridicula essa coisa de mandar e obedecer rs...hoje obedeço pelo simples fato de querer dar prazer ao homem q dobrou meus joelhos com calma e paciencia, um Mestre estuda a peça e acha o caminho pra conquistar primeiro a mulher, e assim brotar a submissa, escrava q definição desejar, ñ curto muito rotulos, vivo a minha relação pelos ensinamentos dele e somos felizes assim...o importante é sermos felizes e sempre sermos sinceros, já li submissa dizer q faz algo q não gosta só pra agradar e isso aos meus olhos é errado, o prazer da relação é mutuo e o respeito tbm, isso é opinião minha mas pra sermos felizes e termos uma relação duradora temos q ser verdadeiros..um bj anjinho.

Alves Fonseca disse...

Princess
Vou retornar e ler os comentários também pois a leitura do seu txto me instigou e muito.
Beijos
Alves Fonseca

O gerente disse...

ja pensou o que seria da mulher sem um dono??

Conde Vlad disse...

Só quem é praticante ou entendido do assunto sabe o que é esta relação. As críticas vem por todos os lados, e quando se trata de escrava, dizem logo que a mulher se rebaixa e tal.

É sempre aquele preconceito de quem nunca vivenciou tal tesão em tal situação.

Beijão do Conde.

{princess kitty}龍戦士 disse...

Mar...

Oi minha linda!

Fico feliz em esclarecer!
Acho que agora já sabemos o porque dessa sensação de nos conhecermos rsrs

Miaubeijos com muito carinho loira miaudeliciosa =^.^=

{princess kitty}龍戦士 disse...

Muito

Olá querido!

Obrigada! Acho que o importante é isso, cada um viver seus sentimentos, suas emoções de forma honesta consigo mesmo, seja sub ou seja Dom.

Miaubeijos com carinho =^.^=

{princess kitty}龍戦士 disse...

{Malú}_MTONNY

Oi linda!

Muitissimo obrigada pelo seu comentário.

Adorei saber do seu modo de ver e sentir as coisas. E me identifiquei muito com vc, eu tinha (e ainda tenho vezes rs)essa dificuldade em obedecer, em ironizar, etc,
Mas com o tempo tbm fui mudando, e hoje me vejo pensando em fazer coisas que ha um tempo atras não faria por puro orgulho.
E concordo com vc o Dominador conquista, cuida e faz aflorar a submissa dentro de nós. E tbm acho que o prazer é para ambos, assim como a confiança e a cumplicidade.

Muitas miaufelicidades pra vcs, acompanhei as postagens da comemoração da tua coleira, lindas!

Miaubeijos com muito carinho =^.^=

{princess kitty}龍戦士 disse...

Alves Fonseca

Olá querido!

Fico feliz que meu texto tenha te instigado!

Miaubeijos com carinho =^.^=

{princess kitty}龍戦士 disse...

O gerente

Já pensou o que seria do gerente sem o mercenário???

Miaubeijos =^.^=

{princess kitty}龍戦士 disse...

Conde Vlad

Olá querido!

Exatamente! A gente até tenta passar o que é, mas só vivendo e sentindo na pele pra saber.

Miauagradeço pelo teu comentário pontual e preciso.

Miaubeijos com carinho =^.^=

Angelike Diabolike disse...

Linda

Esse foi um dos melhores textos que li sobre submissão.
Alguns podem dizer que por eu não ser uma submissa, não sei nada, ou não tenho o direito de dizer nada, mas vejo a relação D/s como via de mão dupla.
Não é o Dono pegar a sub e mandar e desmandar, castigar, se divertir e depois tchau, até a próxima sessão.
Ser submissa é ser um objeto de alguém? pode ser, mas quando temos um objeto que gostamos, cuidamos dele, quanado somos dono de algo, tomamos todo o cuidado para mante-lo do jeito que gostamos, então eu entendo que ser Dono significa cuidar, como você disse.
Parabéns, amei o que escreveu.

beijos

Criss kelly disse...

Tudo bem linda amiga princessKitty!Vim deixar um Miaubeijos =^.^= em vc, e desejar um ótimo fds!!!

Miaubeijos =^.^=

{princess kitty}龍戦士 disse...

Angelike Diabolike

Oi querida!

Claro que a sua opinião é bem vinda! Todas são. Estamos todos aqui aprendendo, vivendo e trocando opiniões, essa é minha maneira de pensar.

Fiquei muito contente que tenha gostado do meu texto. Essa é a realidade que vivo, e acho que só é possivel essa entrega quando há o cuidado sim.Quando você sabe que a outra pessoa se importa, que esta sempre presente na sua vida, seja atraves, de msn, fone, etc, que esta disposto a dedicar um tempo da vida dele para você.Pra te ouvir, cuidar e ajudar. Isso pra mim é ser Dono, afinal como vc tambem disse: Dono que é Dono cuida do que é seu!

Mais uma vez obrigada pelo seu comentário,que é muito bem vindo assim como você.

Miaubeijos com carinho =^.^=

{princess kitty}龍戦士 disse...

Criss kelly

Oi minha linda!

Miauobrigada!

Milhões de miaubeijos pra vc e um fds miaudelicioso =^.^=

bdsm bondage slave disse...

nice story

{princess kitty}龍戦士 disse...

bdsm bondage slave

Thanks!

Cat kissess =^.^=

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...