Já fui muitas coisas. Já estive tantas outras. Já mudei de opinião e me reinventei diversas vezes. Já acertei, já errei, disse coisas em que não acredito mais e acredito em outras que antes não acreditava. Não me envergonho de quem eu fui, de quem eu sou e de quem eu serei. Rio de mim mesma, amadureço, vivo! Hoje sou apenas um bichinho de estimação curioso, ávido por novas brincadeiras e desafios. Um bichinho que gosta de brincar, ronronar, se esfregar, mas que também arranha um pouquinho às vezes. Um bichinho que não sabe se definir, mas que com toda a certeza ainda sabe SENTIR. E eu sinto que eu não posso mais viver sem o BDSM na minha vida. Eu preciso vivê-lo intensamente. Eu preciso me entregar a esse fetiche, esse desejo, essa loucura, como quer que chamem, mas eu preciso. O tempo passa, as coisas e pessoas mudam, mas uma coisa prevalece em mim: Essa vontade que me consome, esse desejo em ter meu corpo dominado, minha mente subjugada, meus desejos cedidos a outro. E eu prossigo, me perdendo em labirintos, abrindo e fechando portas, tentando encontrar uma saída que me leve de encontro aos meus desejos mais secretos.=^.^=

Escrito por princess kitty

Castigos de cabeça pra baixo

video
Uma sub recebendo uma bela surra de cane e ficando toda marcada...ai ai ai =^.^=


Miaubeijokas =^.^=

3 comentários:

Jorge disse...

Fiquei impressionado com o vídeo, mas jamais seria capaz de violentar desta forma uma mulher...mesmo que ela o suplicasse.

龍戦士 disse...

Olá, meu caro Jorge!

Fico feliz que tenha visitado o perfil de minha gatinha, mas está equivocado. Violentar, ou violação, ocorre quando não existe consentimento algum da parte violentada. Quando a pessoa consente, aceita e deseja isso, deixa de ser violação, e passa a ser um fetiche ou como desejar chamar. Mas o importante é ressaltar que é algo desejado pela pessoa. Todos temos nossos "dark secrets" que não contamos para os parentes e amigos, mas que entre quatro paredes adoramos fazer, e apanhar ou bater, é um desses, em alguns.
Lógico, BDSM não se trata só disso, mas vai muito além de causar ou sentir dor, muito mesmo, não faz idéa.
Devo ser sincero e admitir que a parte submissa da relação em alguns momentos passa por situações que não desejaria ou gostaria, mas no todo ela aceita e consente, pois o desejo dela é servir, se submeter ou ser obrigada a isso, faz parte do fetiche dela, sendo assim, de maneira alguma se torna violação. Pdoe ser chamado assim, caso a sub use sua safeword e o Dom não respeite, ou informe algum hard limit e o Dom também não respeite e o faça de uma só vez, sem preparação. Afinal de contas, limites foram feitos para serem quebrados, alguns... mas mesmo esses, precisam de tempo, introdução, treinamento ou condicionamento e muitas outras coisas.

Um grande abraço, meu caro.

E minha gatinha, parabéns pelo video, ótimo e me deu algumas idéias... Mas se conheço bem essa gatinha rosada, ficaria marcada desse jeito na metade do tempo lol.

Beijos, minha gatinha
龍戦士

princess kitty disse...

Sr Tatsu

Como sempre, sua explicação foi perfeita, obrigada.

E com certeza, o Sr já sabe como é minha pele rsrs

Miaubeijos da sua kitty que quer ficar marcadinha =^.^=

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...