=^.^= Miados, Lambidas e Arranhões BDSM =^.^=| BDSM, Kittenplay



Já fui muitas coisas. Já estive tantas outras. Já mudei de opinião e me reinventei diversas vezes. Já acertei, já errei, disse coisas em que não acredito mais e acredito em outras que antes não acreditava. Não me envergonho de quem eu fui, de quem eu sou e de quem eu serei. Rio de mim mesma, amadureço, vivo! Hoje sou apenas um bichinho de estimação curioso, ávido por novas brincadeiras e desafios. Um bichinho que gosta de brincar, ronronar, se esfregar, mas que também arranha um pouquinho às vezes. Um bichinho que não sabe se definir, mas que com toda a certeza ainda sabe SENTIR. E eu sinto que eu não posso mais viver sem o BDSM na minha vida. Eu preciso vivê-lo intensamente. Eu preciso me entregar a esse fetiche, esse desejo, essa loucura, como quer que chamem, mas eu preciso. O tempo passa, as coisas e pessoas mudam, mas uma coisa prevalece em mim: Essa vontade que me consome, esse desejo em ter meu corpo dominado, minha mente subjugada, meus desejos cedidos a outro. E eu prossigo sozinha, me perdendo em labirintos, abrindo e fechando portas, tentando encontrar uma saída que me leve de encontro aos meus desejos mais secretos.=^.^=

Escrito por princess kitty

Miau... eu quero... miau... eu preciso... miau... eu necessito...

Estou com os olhinhos brilhando de tanto desejo...

Kittenplay

Porque eu preciso desesperadamente disso...

video

Não é a coisinha mais perfeita do mundo essas orelhinhas, meus miauamores??? Miaursrsrs, essas são as famosas orelhinhas da Nekomimi, eu já havia visto alguns vídeos delas, mas nenhum com que parecesse tão real quanto esse. Elas demonstram as emoções através dos impulsos cerebrais, e também tem o rabinho "Shippo", que balança e se move de acordo com o que você sente.


Abaixo uma imagem para quem quiser entender melhor como funciona esse sistema:

Kittenplay

Eu só sei que estou miauapaixonada, tanto pelas orelhinhas quanto pelo rabinho, até já me imagino numa sessão de kittenplay usando as orelhinhas, fazendo carinha de triste, de sapeca, provocando o Dono... e as orelhinhas acompanhando rsrsrs ;)

Miaubeijos consumistas =^.^=

O Mal/ A pantera

Desconexões

Ela estava lá. A sentia por perto. Me rodeando. Me cercando. Espreitando o seu alvo. Sentia a sua força. Sua profundidade. Sua sede de vida. Sua sede de morte. E de repente, não mais que de repente ela saltou. Pulou. Me atingiu em cheio. Me tomou por completo. Quando abri meus olhos pude ver seus olhos negros me encarando por trás dos meus olhos azuis. Seus olhos de pantera negra. Sim, ela estava lá, dentro de mim, onde sempre foi o seu lugar. Lembrei de uma voz distante, quase inaúdivel que me disse uma vez: "Abrace o mal". Eu não o abracei. Eu me tornei o mal. A gatinha ainda estava lá. Mas seus olhos negros me encarando no espelho não deixavam dúvidas: A pantera tinha vindo para ficar.

Pantera Negra

Miaubeijos =^.^=

Miando sobre cutting

Cutting

Um Sr se aproxima da sua posse... ela está nua, frágil, indefesa, amarrada a cama, Ele mostra a ela uma pequena lâmina, se aproxima dela, ela treme, Ele a olha nos olhos, ela fica imaginando que parte do seu corpo seu Sr cortará, Ele desliza lentamente a lâmina pelo seu pescoço, pelos seus seios, pela sua barriga e para no monte de vênus, onde detêm a lâmina fria e gelada, ela sabe o que acontecerá, suspira fundo e Ele começa a cortá-la... ela geme baixinho enquanto seu Sr como um artista grava suas iniciais em sua pele...

Parece excitante para vocês? Para mim parece muito, e não, eu não vivi o que descrevi acima, na verdade escrevi baseada na experiência de um querido amigo, Mestre M, que me ajudou a elaborar esse texto sobre cutting. Sim, eu ando fascinada por cortes e cutting e vivi quatro experiências (mas só contei duas aqui no blog) onde me cortei e marquei, mas fiz sozinha, totalmente inexperiente, sim, sou miauimpulsiva, utilizei estilete e mesmo sendo a primeira vez consegui cortar a mim mesma com precisão e controle. Apesar das minhas experiências terem sido bem sucedidas, (mais ou menos rsrs) acho importante informar e divulgar os riscos e a execução correta dessa prática para quem se interessar tanto quanto eu.
Abaixo segue um pequeno manual para quem tem curiosidade ou está iniciando na prática do cutting, que o meu amigo Mestre M, escreveu para mim e para o blog, miauobrigada pela sua ajuda e por dividir seu conhecimento conosco querido.

Cutting

O que é cutting no BDSM?
Fazer ou receber cortes ou marcas na pele com lâminas ou objetos cortantes frios (se estiverem quentes, já é outra pratica combinada).

O cutting entra no SSC?
NÃO, o cutting assim como outras práticas mais hardcores (afogamento, asfixia, agulhas, etc) não entra dentro do SSC, ele está contemplado por outras bases do BDSM como por exemplo RISSCK, RACK OU PRICK.

Sobre o momento pré cutting:
As regras básicas são: higiene, conhecimento e segurança. A maioria dos "cutters" (cortadores) que eu vejo usam álcool 70% (álcool etílico hidratado 70º INPM) para limpar a superfície da pele, seguido por Betadina para desinfetar a área da pele que será cortada, mas o álcool 96º assim como qualquer outra substância química usada para assepsia hospitalar também pode ser usada. Tanto a pele, objetos quanto as mãos de quem vai realizar a prática devem ser limpos com esses produtos, salvo lâminas de uso descartáveis cirúrgicas que já vem esterilizadas.

 O Top deve fazer assepsia das mãos e usar luvas de látex para minimizar o contato com o sangue do seu parceiro, lembre-se, o sangue carrega o HIV, e a prática de "cutting" (bloodsports em geral, na verdade) envolve sangue. O instrumento usado para "cutting" é um bisturi, lâmina ou qualquer objeto cortante cirúrgico ou não, o qual é afiado o suficiente para fazer um corte liso e reto; o corte com estilete destes baratos de loja de 1,99 ou facas podem ficar irregulares e não cicatrizam bem.

As lâminas que não estão esterilizadas (ao contrário do bisturi que vem em embalagem já pronta para o uso e é descartável) devem ser também esterilizadas no momento antes da prática (não adianta limpar a pele se a lâmina estiver suja ou contaminada), lembrando que cortes com lâminas contaminadas podem transmitir HIV, hepatite ou tétano.

Cutting

Sobre o momento do cutting:
Os cortes são feitos em áreas do corpo onde a pele não é muito esticada; por exemplo, na escápula (antigo omoplata), ou nas nádegas, monte de vênus, seios ou ainda na frente/lateral da coxa (pense, isso pode ser problemático). Os cortes NÃO DEVEM ser feitos em qualquer lugar em que a pele fique muito esticada, ou tenha movimentos porque esses lugares não cicatrizarão bem (a pele vai continuar aberta). Apenas uma camada da pele é cortada - a camada mais superficial. Os cortes mais profundos não cicatrizam bem. E os cortes geralmente NÃO devem formar círculos, porque a pele do centro do círculo fica sem irrigação sanguínea. Também deve se estar atento a cortes em “x” ou “T” ou quadrados, pois eles podem levar a descolamento da pele já que ambos os lados são cortados. Esse cortes devem ser feitos por quem já domina a pratica e tem segurança em faze- los sem gerar consequências a quem recebe.

Deve se conhecer a anatomia do local em que se vai fazer a prática a fim de evitar vasos/veias sanguíneos e também ter conhecimentos de primeiro socorros caso algo saia do controle. Muitos locais como nos braços e seios por exemplo, existem veias e vasos muito superficiais, mesmo um corte leve pode romper um desses vasos causando um sangramento, lembrando que por mais que se tenha sangue nesta pratica ela difere da blood play onde o objetivo é o sangramento.

O Top deve estar seguro de que detém o conhecimento para realizar aquela prática e o bottom consciente dos riscos que se submete.

Muitos Tops vão preferir posições onde o bottom esteja totalmente restrito (imobilizado) para evitar que um movimento durante a prática possa causar um corte profundo por exemplo. O mesmo deve ser dito durante toda prática ao bottom, para que não se mexa em hipótese alguma.

O cutting pode ser apenas pequenos cortes, cortes longos, desenhos ou escritos.

Cutting

Sobre o momento pós cutting:
Aqui teremos duas linhas bem diferentes de comportamento, pois existem objetivos diferentes, nos dois casos os cuidados são necessários.

Existem aqueles (as) que desejam fazer a prática e não querem ficar com marcas, estes devem:

Passar pomadas cicatrizantes como fibrase, novacort ou nebacetim por exemplo no momento seguinte ao cutting (cerca de 3h depois) e nos dias seguintes, não deve pegar sol em cima do local do corte e manter seco para que cicatrize naturalmente.

Existem os que querem que fiquem as marcas. Estes devem ter os cuidados iguais no que se refere a pomada, mas devem também pegar sol no local, o que leva a deixar as marcas por algum tempo a mais, caso se faça muitas vezes no mesmo local, a marca pode ser permanente.

Queloides e cutting:
Pessoas que tem problemas de cicatrização que resulta em queloides devem ter a consciência que os cortes podem virar queloides e ficarem cicatrizes permanentes e altas.

Pessoas com qualquer grau de hemofilia devem evitar práticas como o cutting.
Pessoas com grau alto de diabetes nunca devem fazer o cutting com risco de problemas graves que podem até levar a amputação de um membro do corpo e/ou à morte.

Cutting

Bom meus miauamores, espero que essas dicas e orientações sejam úteis para vocês, eu realmente estou fascinada por cutting, mas não desejo ficar com marcas permanentes nem cicatrizes (ao menos não agora rsrs). Então é importante seguir as orientações e tomar os cuidados necessários, claro, sem deixar isso estragar a magia de ter sua pele cortada e marcada, o que eu realmente acho viciante e miaudelicioso.

Miaubeijos e mais uma vez miauobrigada ao meu amigo Mestre M, sem Ele esse manual não seria possível. =^.^=

Bondage Awards 2014 =^.^=

Bondage

Oi meus miauamores!!!

Hoje eu vim aqui miaupedir o voto de vocês! Calma, eu não virei política não rsrs, mas vim pedir o voto para o meu querido amigo Mestre ACM do site Bound Brazil e do blog Bondage e Fetiches, no  Bondage Awards 2014.

Concorrendo nas seguintes categorias:
Best pay site (bound brazil)
Best bondage blog (bondage & fetiches)
Best rigger (ACM)

Lembrando que vale um voto por dia! Então vamos votar todos os dias porque realmente o Mestre ACM e o Bound Brazil merecem ter seu excelente trabalho reconhecido:

http://www.bondageawards.com/voting/
Miaubeijos e miauobrigada =^.^=

Bound Brazil

Papaizinho...

Oi meus miauamores!

Vim desejar um Feliz dia dos Pais a todos os papais que frequentam o meu miaublog, e também a todos aqueles que tem o fetiche de ageplay, baby girls, littles, lolitas, Daddies e todas as outras variações ;)

Papai, sou uma filhinha travessa... gosto de ficar no portão chamando os meninos...
Imagem pessoal de princess kitty

Papai, vem dar um corretivo na sua filhinha, vem?
Imagem pessoal de princess kitty

Papai vou levantar a sainha pro Sr me castigar, tá?
Imagem pessoal de princess kitty

Miaubeijos e um Feliz Dia dos Pais, a todos os papais (de verdade ou não rsrs) que passam por aqui =^.^=

A Marca do Vampiro

Obcecada. Foi assim que eu fiquei após aquela primeira noite em que o Vampiro pediu meu sangue. Só conseguia pensar Nele. Só conseguia pensar nisso. Alimentá-lo com meu sangue, com a minha vida. Mas o único contato que tinha tido com Ele foi através daquele bilhete que magicamente apareceu e desapareceu. Não sabia ainda se havia sido real ou um sonho, se Ele existia e me desejava como sua presa ou se era só uma ilusão. Às vezes eu me sentia observada durante o dia ou a noite, mas eram momentos tão fugazes que pensava que era só impressão minha. Passava as noites ansiosa, me remexendo na cama, imaginando o Vampiro me tomando para ele, sugando meu corpo, meu sangue. Naquela noite estava inquieta demais, mas misteriosamente caí rapidamente no sono e sonhei... sonhei com o Vampiro... sonhei com Ele invadindo meu quarto, aproximando-se da minha cama, me olhando e... acordo, estou desperta outra vez, e vejo novamente a pequena caixa em cima da minha cama, a abro afoitamente e vejo um novo bilhete junto com a adaga, um bilhete com novas ordens... Ordens que me fazem corar, ordens que me fazer tremer... Mas sim, irei obedece-las...

Vampirismo, fetiche de sangue

Sento-me em uma cadeira, pernas abertas, sexo molhado, de lingerie, mas sem calcinha, conforme às ordens Dele. Olho para a minha pele tão branca, quase translúcida, sem marcas e penso se conseguirei cortar precisamente, se suportarei a dor e se sangrarei como sei que Ele deseja e ordenou. Subo os dedos pelas minhas coxas e toco levemente meu sexo com eles, sinto, a fina penugem loira que sei que o Vampiro gostaria que tivesse, sinto meus lábios úmidos, meu clitóris durinho, excitado, deslizo um, dois dedos para dentro de mim, faço movimentos de vai e vem com eles, com a outra mão bolino meu clitóris estimulando-o cada vez mais, sinto vontade de ser machucada, imagino o Vampiro perto de mim, mordendo meu pescoço, arranhando a minha pele com seus dentes, cortando pedacinhos de mim...

Imagem pessoal de princess kitty

Paro. Respiro. Sinto que o gozo está próximo, então pego a pequena adaga, encosto na pele devagar, respiro mais uma vez, controlando meu tesão, afundo a adaga na pele e risco de uma só vez formando um pequeno desenho... um gemido escapa pelos meus lábios, arde, dói, vejo sangue, sinto-me pequena, machucando a mim mesma sob às ordens Dele, para agradá-lo, para lhe oferecer o meu sangue, a minha pele marcada somente para Ele. O ardor continua forte, vejo os vergões levantarem na minha pele, aperto meu sexo molhado sobre a cadeira, estou tão excitada, excita-me dar meu sangue a Ele, excita-me alimentá-lo, excita-me ter sua marca em mim... Penso Nele e começo a cortar-me novamente, sentir a adaga penetrando a minha pele é quase como senti-lo penetrando meu corpo, sinto o sangue brotar em mim novamente, outra vez escapam gemidos de dor pelos meus lábios, dói... Queria Ele aqui, cortando-me, tocando-me, sinto o corte na minha pele latejar, pulsar, fecho os olhos, abro mais minhas pernas na cadeira, enfio os dedos com força dessa vez dentro de mim, toco-me violentamente, seguro meu clitóris entre os dedos e o esmago, o aperto, solto um pequeno grito de dor e desejo, mio, chamo, imploro, Sr, Sr, Sr... sinto o orgasmo chegar forte, violento, fazendo-me tremer e suspirar...

Imagem pessoal de princess kitty

Recomponho-me. Olho para a marca do Vampiro em mim. Passo meu dedo sobre ela, sinto meu dedo molhado de sangue, sinto a pele quente, sinto o vergão dizendo o quanto estou hipnotizada por Ele, o quanto perco a cabeça apenas para querer alimentá-lo... De repente sinto uma névoa invadir meu quarto, sinto-me entorpecida, fecho meus olhos e escuto uma voz, uma voz em meus pensamentos, a voz do Vampiro que me diz:

kitty
O vampiro quando vê sangue, perde sua humanidade, e só pensa em se alimentar. Agora só o que vem na minha cabeça, é que preciso beber sua vida...
Minha marca no seu corpo
Meu nome
Estou fascinado
Morrendo de tesão
Sabendo que por mais que lute
Você está perdendo para ser minha

As palavras do Vampiro confundem meus pensamentos, e Ele continua:

O ponto fraco do vampiro é o sangue
não é que eu quero seu sangue
EU PRECISO DO SEU SANGUE PARA SOBREVIVER

As emoções se misturam dentro de mim, abro lentamente os olhos, a névoa sumiu, a caixa e a adaga também, me sinto... não sei mais como me sinto, só sei que sinto algo, mas não sei o quê... só sei que carrego comigo a marca, a Marca do Vampiro.

Imagem pessoal de princess kitty

Imagem pessoal de princess kitty

Imagem pessoal de princess kitty

Imagem pessoal de princess kitty

Miaubeijos =^.^=
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...