=^.^= Miados, Lambidas e Arranhões BDSM =^.^=| BDSM, Kittenplay



Já fui muitas coisas. Já estive tantas outras. Já mudei de opinião e me reinventei diversas vezes. Já acertei, já errei, disse coisas em que não acredito mais e acredito em outras que antes não acreditava. Não me envergonho de quem eu fui, de quem eu sou e de quem eu serei. Rio de mim mesma, amadureço, vivo! Hoje sou apenas um bichinho de estimação curioso, ávido por novas brincadeiras e desafios. Um bichinho que gosta de brincar, ronronar, se esfregar, mas que também arranha um pouquinho às vezes. Um bichinho que não sabe se definir, mas que com toda a certeza ainda sabe SENTIR. E eu sinto que eu não posso mais viver sem o BDSM na minha vida. Eu preciso vivê-lo intensamente. Eu preciso me entregar a esse fetiche, esse desejo, essa loucura, como quer que chamem, mas eu preciso. O tempo passa, as coisas e pessoas mudam, mas uma coisa prevalece em mim: Essa vontade que me consome, esse desejo em ter meu corpo dominado, minha mente subjugada, meus desejos cedidos a outro. E eu prossigo sozinha, me perdendo em labirintos, abrindo e fechando portas, tentando encontrar uma saída que me leve de encontro aos meus desejos mais secretos.=^.^=

Escrito por princess kitty

“Qual o seu sabor favorito?”

Sonhos BDSM

Oi meus miauamores  ^_^

Quem é meu amigo (a) mais íntimo (a) sabe que eu sonho muito. Sonhar de verdade, de fechar os olhos, dormir e sonhar. Sonho muito, todas as noites, com várias pessoas e situações. Isso é uma característica minha, sonho com pessoas da minha vida pessoal, baunilhas, pessoas que podem ser importantes para mim ou não, às vezes sonho com pessoas que vi apenas uma vez na vida, ou com outras que faz anos que não as vejo, e tem algumas pessoas que até sonho recorrentemente com elas. E são sempre sonhos muito reais, intensos, com muitos detalhes, às vezes acordo literalmente mais cansada do que fui dormir. Tenho pesadelos às vezes também, e daí evito dormir, pois sei que os pesadelos irão me perseguir por um certo período, mas isso é raro, geralmente tenho bons sonhos, leves, divertidos e até engraçados. Como isso é uma característica minha, não poderia ser diferente no BDSM, sonho com várias pessoas que conheci através do BDSM, amigos e amigas também, para algumas eu conto que sonhei com elas, para outras não, porque algumas vezes às pessoas confundem isso com um certo interesse da minha parte por elas, e não é, é apenas um sonho, claro que se tenho interesse em alguém geralmente sonho bastante com ela, já tive sonhos que foram verdadeiras cenas e sessões BDSM, muitas vezes acordei  totalmente excitada e em outras me tocando... porém, muitas vezes não passa de um sonho sem interesse algum.

Sonhos BDSM

E essa noite eu tive um desses sonhos, com alguém do BDSM, e porque dessa vez resolvi compartilhar esse sonho aqui? Porque esse sonho mexeu comigo de uma forma diferente dos outros, de alguma forma que eu ainda não sei explicar...

Eu corria Dele, fugia, estava em algum lugar escuro e fechado, talvez um galpão, algum lugar industrial, com maquinários, não sei, mas era uma fuga não querendo fugir, parava às vezes para deixa-lo me alcançar, me segurar, e eu poder provocá-lo, me esfregar nele, sentir seu cheiro, minha pele em contato com a Dele... e então eu me desvencilhava Dele e corria novamente, e Ele outra vez me alcançava, segurava meus cabelos, olhava firmemente nos meus olhos, sorria totalmente poderoso... e eu corria outra vez... até que Ele me pegou e me jogou em algo que parecia ser um velho divã... seu corpo em cima do meu... sua boca próxima a minha encostando de leve um lábio no outro, e eu provocava, afastava meus lábios e os aproximava novamente... sentia seu hálito quente... minha excitação... e Ele disse: “Qual o seu sabor favorito?” Eu sei qual é meu sabor favorito, mas não queria dizer, Ele segurava minhas mãos acima da minha cabeça e pressionava seu corpo no meu, eu sentia seu membro rígido bolinando o meu sexo, me sentia contrair involuntariamente de tesão... sentia seu ar Dominador, sua imposição de macho alfa, sua vontade de me dobrar imperando sobre a minha, e eu o provocava, sorria, passava minha língua sobre meus lábios, sorria mais, encostava minha boca na Dele, mas não o respondia...

Sonhos BDSM

E então eu senti... uma bofetada ardida, quente, queimando a minha pele, e a pergunta insistente: “Qual o seu sabor favorito?” Meus olhos brilham, e eu sorrio mais e recebo outro tapa forte no rosto, sinto-o me olhar com fúria e desejo, o encaro desafiadoramente e recebo novos tapas, vários, nem sei quantos, que deixam meu rosto quente e avermelhado, minha respiração fica ofegante e Ele mais uma vez me olha inquiridor...  e eu respondo... com as palavras entrecortadas de desejo: “Dor. Dor é o meu sabor favorito.”

Tapa na cara BDSM

Dor. Dor é o meu sabor favorito. Sinto a dor não apenas com o corpo, com o tato, para mim a dor tem gosto, é um sabor a ser degustado, apreciado, sorvido lenta ou rapidamente, depende da intensidade, existem dores mais apimentadas e outras mais suaves. Mas geralmente para mim a dor é doce, doce como um brigadeiro, ou um doce de leite, mas definitivamente doce.

O resto do sonho? Bom, isso eu prefiro deixar apenas lá, apenas no sonho mesmo, ou talvez algum dia vire realidade... e se virar eu venho aqui contar para vocês ;)


Miaubeijos sonhadores =^.^=

Aftercare com Mr Cat =^.^=

Depois do meu miaucutting, claro que o Mr Cat ia cuidar de mim, né? Miaursrsrs ^_^
Pra quem ainda não teve o miauprazer de conhecer o Mr Cat clique aqui: Eu e o Mr Cat =^.^=

Mr Cat tão zeloso... (quase dormindo na minha perna rsrsrs)
Imagem pessoal de princess kitty e Mr Cat

Mr Cat tão carinhoso... (querendo morder a fita)
Imagem pessoal de princess kitty e Mr Cat

Mr Cat tão preocupado... (pensando: "Posso lamber mamãe?" rsrsrsrs) 
Imagem pessoal de princess kitty e Mr Cat

Realmente foi um aftercare miauinesquecível ^_^ miaursrsrs! Te amo Mr Cat!!! ^_^



Miaubeijos =^.^=

Cute... Cute... Cutting =^.^=

A lâmina desliza suavemente pela minha pele...
Sinto-a aprofundar na minha carne... vejo o sangue brotar em mim...
Começo a cortar, a desenhar, minha mente voa longe, perco-me em sensações... sinto o ardor, a dor suave, o prazer que me proporciona...
Minha pele alva, o sangue quente, as emoções fervilham dentro de mim enquanto contorno um pequeno desenho... o desenho que simboliza o que sou, que quero na minha pele porque já está impregnado dentro de mim...

Imagem pessoal de princess kitty

Sim, sou gatinha, sou felina, sou pantera, às vezes um bichinho indefeso, em outras um animal feroz, em alguns momentos posso me sentir um bichinho tristonho e querer ficar na minha caminha miando baixinho, mas na maioria do tempo sou uma gatinha travessa, barulhenta, que gosta de miar alto e brincar com novelos de lã (mesmo que eu termine toda enrolada rsrs) ^_^

Imagem pessoal de princess kitty

Não importa o que aconteça, sou bicho, bichinho, pet, animal, catgirl, essa é minha essência, é quem eu sou e não posso fugir de mim mesma, simples assim ^_^ 

Imagem pessoal de princess kitty

Miaaau! Miaaau! Miaaau!!! Gatinha miaufeliz só quer ronronar... purr , purr, purr!!! ^_^ 

Imagem pessoal de princess kitty

“Você que fala nessas coisas de amor e luar, você não tem muita chance... você que manda flores e diz que o seu negócio é romance (...) Mas no seu beijo falta corte, mas no seu beijo falta corte...  venha com tudo baby e me dê, e me dê amor e morte, amor e morte, amor e morte...” (Julio Reny versão banda Dolly)



Miaubeijos =^.^=

Ser bicho...

Imagem pessoal de princess kitty

Eu sempre fui o bichinho do Dono.
Um bichinho protegido, cuidado e amado.
Agora não sou mais, sou um bichinho de rua.
Andando perdido por aí...
Tentando seguir seus instintos...
Querendo colo, querendo se aconchegar, querendo ronronar e miar.
Tomando leite envenenado ou sendo enxotado só porque arranhou o sofá.
Bichinho na rua aprende a engolir o choro e as lágrimas...
Transforma-os em alimento para continuar vivendo.
Bichinho é sempre bichinho.
Não importa se tem Dono ou não.
Bichinho não consegue deixar de se sentir e ser assim...
Bichinho sem Dono aprende a se cuidar sozinho...
A lamber suas patinhas para se curar.
E eriçar o pelo para se defender.

Imagem pessoal de princess kitty

Bicho, bichinho, pet, animal...
Tanto faz o jeito que chamem...
Quem tem essa essência sente de um jeito só seu...
Apega-se de um jeito irracional que só a natureza animal explica.
É difícil ser bicho, tem horas que dá vontade de virar gente.
E esquecer tudo isso aqui.
Mas o que fazer com a vontade de fazer companhia?
De trazer alegria, de ser um alento no fim do dia?
De se deixar usar e abusar para o prazer do Dono?
De se ser o que se é...
Não, não dá pra virar gente...
Tem que continuar sendo bicho.
Mesmo sozinho, mesmo que nunca mais encontre um lar para chamar de seu.
Bichinho é o que sou e sempre serei...

Imagem pessoal de princess kitty

 Mas não quero mais ser... :(

 Miaubeijos =^.^=

Meow Halloween =^.^=

Oi meus miauamores, dia 31 de outubro é Halloween, que tal comemorar de um jeitinho bem BDSM com doces, travessuras e... dorlícias??? Miaursrsrs ^_^

Para isso tenho algumas miausugestões...

Imagem pessoal de princess kitty
Para a bruxinha travessa pegar fogo de verdade, nada melhor que uma dolorosa e deliciosa cane como varinha ;)

Halloween BDSM
O gatinho de estimação da bruxinha deve ser transformado em um cat morceguinho...

Halloween BDSM
 ... e bem safadinho ^_^ 

Halloween BDSM
 E claro que não poderia faltar a tradicional abóbora, só que ao estilo BDSM, uma abóbora amordaçada rsrs

Halloween BDSM
Um Meow Halloween com muitos doces, travessuras, gostosuras e dorlícias (para quem gosta rsrs)


Miaubeijos =^.^=

Sobre Vampiros e Demônios...

Existe uma cena em Interview with the Vampire, em que um vampiro dá a primeira mordida em uma jovem, deixando-a desacordada e em seguida lança o corpo dela para que os outros vampiros e vampiras ali presentes se alimentem dela.


Eu já estive no lugar dessa moça. Já fui mordida por um Vampiro e depois fui servida como alimento para outros. Fui mordida. Fui sugada. Fui machucada. Mas estranhamente sobrevivi. Outros seres se aproximaram de mim. Seres da escuridão. Monstros. Demônios. Famintos. Orgulhosos. Ávidos por se alimentarem de mim. Da minha carne. Dos meus desejos. Do meu sangue. Alguns achavam que conseguiam ver através da minha aparência, das minhas palavras, que viam a minha alma. Não. Não viam. Eles viam apenas aquilo que eles queriam ver ou a pequena parte que eu os deixava ver. Teve um, apenas um. Um Demônio corajoso lutando contra seus próprios monstros internos que conseguiu olhar um pouco mais. Mas ainda assim o seu olhar foi superficial e ele não conseguiu enxergar além da parede de espinhos que eu cuidadosamente construí.

E eu me perdi. Sem ver além das suas perversões.

O Vampiro. O Demônio. Sim. Eu quase morri. Mas agora... Agora posso até sangrar. Mas não morro mais. Sou imortal.

Imagem pessoal de princess kitty


Miaubeijos =^.^=
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...